Composição corporal, status inflamatório e nutricional de cães em pós-cirúrgico alimentados com dieta formulada com altos teores de gordura, proteína e ácidos graxos poli-insaturados ômega-3 [thesis]

Brana Sanctos Alô Bonder
Primeiramente, agradeço a minha família por todo apoio às minhas escolhas. Agradeço ao meu orientador Prof. Marcio Brunetto por ter me recebido no grupo e me auxiliado em todo esse projeto, além de contribuir para o meu enriquecimento profissional. Agradeço à Premier pet pelo auxílio na pesquisa. Agradeço à Profa. Clair, Dra. Mariana e Dr. Marcelo por permitirem que esse projeto fosse realizado no setor de Obstetrícia e por toda ajuda e empenho para que o estudo prosseguisse. Sou muito grata
more » ... Sou muito grata pela ajuda. Agradeço à Profa. Denise e os pós-graduandos Lucas, Júlio e Marco que realizaram a anestesia dos pacientes. Agradeço à Profa. Cris Massoco, Nicole, Vagner e Herculano por me auxiliaram nas análises de linfoproliferação. Agradeço aos pós-graduandos que de uma maneira ou de outra contribuíram em algum momento, mas especialmente à Mariana e Fábio que me ajudaram desde as coletas aos momentos de desespero na véspera do depósito e ao Caio que realizou as avaliações cardiológicas dos pacientes. RESUMO BONDER, B. S. A. Composição corporal, status inflamatório e nutricional de cães em pós-cirúrgico alimentados com dieta formulada com altos teores de gordura, proteína e ácidos graxos poli-insaturados ômega-3. [Body composition, inflammatory and nutritional status in post-surgical dogs fed with diet formulated with high levels of fat, protein and omega-3 polyunsaturated fatty acids]. 2017. 81 p. Dissertação (Mestrado em Ciências) -Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2017. Os ácidos graxos poli-insaturados da família Ω-3 são classificados como possíveis agentes anti-inflamatórios devido à formação de eicosanóides inflamatórios menos potentes. Cães no período pós-cirúrgico ou com câncer podem desenvolver resposta inflamatória exacerbada, o que pode ser danoso ao organismo. Assim, a intervenção nutricional é parte da terapia para suporte do sistema imune e da modulação da inflamação. O objetivo deste estudo foi verificar a modulação da resposta inflamatória, o status nutricional e a composição corporal de cadelas no período póscirúrgico consumindo dieta com alto teor de proteína, gordura, EPA e DHA. Doze animais foram incluídos e divididos em dois grupos experimentais que receberam dietas distintas: grupo A -ração para cão adulto em manutenção sem EPA e DHA; grupo B -ração teste com alto teor de proteínas, gordura e EPA/DHA por meio de enriquecimento da dieta com óleo de peixe. Mensurações séricas de TNF-α, IL-6, IL-10, IGF-1, proteína C reativa (PCR); determinação da composição corporal por deutério; e parâmetros nutricionais laboratoriais foram realizados em intervalos periódicos ao longo de 51 dias. Testes estatísticos paramétricos e não paramétricos foram utilizados para comparar a quantidade de nutrientes ingeridos e efeito da ingestão de óleo de peixe nos parâmetros inflamatórios, nutricionais e na porcentagem de massa muscular (MM) e gordura corporal (GC). Não foram observadas diferenças nas concentrações de citocinas (p>0,05) nem de PCR (p= 0,51) entre as dietas. Quando considerado o tipo de dieta independente do tempo de análise, pôde-se constatar que o grupo B teve maior concentração de IGF-1 (p=0,04), MM (p<0,01) e menor GC (p<0,01), no qual os dois últimos parâmetros tiveram correlação positiva com escore de condição corporal e muscular avaliados no exame físico. Conclui-se que o teor de EPA e DHA na concentração avaliada neste estudo não foi suficiente para modular a inflamação, mas apresenta potencial efeito benéfico na manutenção da massa muscular. Palavras-chave: citocinas, deutério, ácidos graxos, EPA, cirurgia ABSTRACT BONDER, B. S. A Body composition, inflammatory and nutritional status in post-surgical dogs fed with diet formulated with high levels of fat, protein and omega-3 polyunsaturated fatty acids. [Composição corporal, status inflamatório e nutricional de cães em pós-cirúrgico alimentados com dieta formulada com altos teores de gordura, proteína e ácidos graxos poli-insaturados ômega-3]. 2017. 81 p. Dissertação (Mestrado em Ciências) -Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2017. Omega 3 polyunsaturated fatty acids family are said to be anti-inflammatory agents due to the formation of less potent inflammatory eicosanoids. Dogs in the postsurgical or with cancer can develop an unwanted inflammatory response, which can be harmful to these. Thus, nutritional intervention is part of the therapy for the support of the immune system and the modulation of inflammation. The objective of this study was to verify the inflammatory response modulation, nutritional status and body composition of bitches in the post-surgical period consuming diet with high protein, fat, EPA and DHA content. Twelve bitches were included and divided into two groups receiving different diets: group Aextrused dry feed for adult dogs in maintenance without EPA and DHA; Group B -extrused dry feed with high protein, fat and EPA/DHA levels through dietary enrichment with fish oil. Serum measurements of TNF-α, IL-6, IL-10, IGF-1, C-reactive protein (CRP); determination of body composition by deuterium; and nutritional laboratories parameters were performed at periodic intervals over 51 days. Parametric and non-parametric statistical tests were used to compare the amount of nutrients ingested and the effect of fish oil intake on inflammatory, nutritional parameters and percentage of muscle mass (MM) and body fat (BF). There were no differences in cytokines (p> 0.05) or CRP (p = 0.51) concentrations between diets. When considering the type of diet independent of the time of analysis, it can be seen that group B had a higher concentration of IGF-1 (p = 0.04), MM (p <0.01) and lower BF (p <0.01), which the last two parameters had a positive correlation with body and muscle condition score assessed on physical examination. It is concluded that the EPA and DHA content of this study can not modulate the inflammation, but has a potential beneficial effect on the maintenance of the body composition.
doi:10.11606/d.10.2018.tde-25082017-120929 fatcat:otj2vypzhjchzfejp7ncrgsa6i