UMA RESPOSTA SÓLIDA A UM REGIME AGROALIMENTAR EM CRISE O fenômeno GAS na Itália

Flávio Anjos, Nádia Caldas
2018 Revista Brasileira de Ciências Sociais  
Introdução Até meados do século XX, o tecido social e produtivo que congregava produtores, transformadores, distribuidores e consumidores em torno do que comíamos e bebíamos ocupava um lugar secundário nas preocupações sociais. Esse fato traduzia a progressiva redução da parte da renda destinada pelas famílias à aquisição de produtos alimentícios como resultado do crescimento na oferta de produtos agrícolas para o conjunto da população. Nesse contexto, o rosário de escândalos agroalimentares
more » ... agroalimentares (crise das dioxinas, doença da vaca louca, gripe aviária e suína, febre aftosa, transgênicos etc.) que eclode na cena cotidiana representa tão-somente a ponta de um grande iceberg que afeta o mundo da alimentação em toda a sua complexidade. Dentro das grandes cadeias que configuram os sistemas agroalimentares à escala planetária, a crescente desvinculação entre produto agrário e produto alimentício (Langreo, 1988) delimita uma transformação copernicana na estrutura de poder que comanda a esfera da produção, transformação, abastecimento e consumo alimentar. Do ponto de vista social, crescem as preocupações sobre a origem e natureza dos alimentos consumidos, assumindo a forma de uma "caixa negra" (Contreras, 2002) devido ao alto grau de invisibilidade, incerteza e desconfiança a que estamos submetidos. Em maior ou menor medida, tais aspectos e circunstâncias contribuíram para a "proeminência espetacular" (Scott, 2006) experimentada, nas duas últimas décadas, tanto pela sociologia do consumo como pela sociologia da alimentação (Díaz Méndez e Espejo, 2014). Nesse sentido, se até então o consumo assumia conotações negativas como um ato que significava "destruir, desperdiçar, exaurir" Universidade Federal de Pelotas (UFPel), Pelotas -RS, Brasil.
doi:10.17666/329513/2017 fatcat:bv2dzgzt3vh3riv6djgnl7aeqq