INDICADORES ANTROPOMÉTRICOS E DESENVOLVIMENTO DE DOENÇA CARDIOVASCULAR EM UNIVERSITÁRIOS: UM MAPEAMENTO DA PRODUÇÃO

Karolina Andrade Caetano, Isabella de Almeida Flores, Pedro Augusto Peçanha Vilarinhos, Daysa de Carvalho Fonseca, Eduardo Rodrigues Teixeira Martins, Hugo Possimoser Brandão, Ana Flavia Ribeiro de Sousa, Letícia Rodrigues Teixeira Silva
2018 Revista Cereus  
RESUMO Indicadores antropométricos têm sido utilizados para a avaliação do risco de doença cardiovascular, contudo a maioria dos estudos sobre a temática não tem se dedicado a investigar a população de jovens-adultos. Diante de tal panorama, a presente pesquisa tem o objetivo de apresentar a produção científica que tem associado os indicadores antropométricos aos fatores de risco cardiovascular (RCV) em universitários. Foi realizada uma revisão de literatura que tematizavam indicadores
more » ... ndicadores antropométricos, a saber, índice de massa corporal (IMC), circunferência da cintura (CC) e relação cintura quadril (RCQ), RCV e universitários. Os resultados demostram escassez na produção do conhecimento sobre a temática no que se refere a amostras, diversidade de pesquisas nas regiões brasileira, no volume veiculado. A maioria dos estudos encontraram populações propensas a desenvolver DCV, entre elas: elevação da pressão arterial, síndrome metabólica e alterações do perfil lipídico (triglicerídeos e HDL). No entanto, a literatura ainda diverge sobre qual seria o melhor parâmetro a ser utilizado para esse fim. O indicador antropométrico mais utilizado foi o IMC, seguido pelo CC e o menos usado foi o RCQ. Que seja registrada a necessidade de acompanhar a população universitária, através da utilização dos índices antropométricos a fim de alertar a comunidade dos riscos de DCV em jovens adultos. Indica-se, especialmente, a realização de pesquisas do tipo nas regiões norte e centro-oeste do Brasil. ABSTRACT Anthropometric indicators have been used to assess the risk of cardiovascular disease, however, most studies on the subject have not been dedicated to investigate the youngadult population. In view of such a panorama, the present research has the objective of presenting the scientific production that has associated the anthropometric indicators to the cardiovascular risk factors (CR) in university students. A review of the literature was made that thematized anthropometric indicators, namely body mass index (BMI), waist circumference (WC) and waist circumference (WHR), CR and university students. The results show scarcity in the production of the knowledge about the thematic in terms of samples, diversity of researches in the Brazilian regions, in the volume conveyed. Most studies have found populations prone to develop CVD, including elevated blood pressure, metabolic syndrome and changes in lipid profile (triglycerides and HDL). However, the literature still diverges on which would be the best parameter to be used for this purpose. The most used anthropometric indicator was BMI, followed by BF, and the least used BF was the WHR. That the need to accompany the university population be registered, through the use of anthropometric indices in order to alert the community to the risks of CVD in young adults. This type of research is particularly noteworthy in the north and central-west regions of Brazil. relacionados ao risco de desenvolver DCV (OLIVEIRA et al., 2010). Bozza et al. (2009) anunciam que há relações entre o desenvolvimento das DCV e os fatores de risco como dislipidemia, tabagismo, sedentarismo e obesidade. O autor supracitado ressalta a existência de relações estreitas entre distribuição central de gordura
doi:10.18605/2175-7275/cereus.v10n1p111-129 fatcat:gffmx7qrsvhjtmpd3n6ga4boie