Análise espacial dos acidentes de trânsito urbano atendidos pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência: um recorte no espaço e no tempo

Marcela Franklin Salvador de Mendonça, Amanda Priscila de Santana Cabral Silva, Claudia Cristina Lima de Castro
2017 Revista Brasileira de Epidemiologia  
RESUMO: Introdução: Os acidentes de trânsito urbano são um problema de saúde pública mundial. Objetivou-se descrever o perfil das vítimas atendidas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) no Recife e das ocorrências por acidentes de trânsito urbano, bem como sua distribuição a partir de análise espacial. Metodologia: Estudo ecológico, desenvolvido a partir de dados secundários do SAMU no Recife, referentes às ocorrências dos acidentes de trânsito urbano de 01 de janeiro a 30 de
more » ... o de 2015. A análise espacial se deu por meio do índice de Moran. Resultados: As unidades de suporte básico realizaram a maioria dos atendimentos (89,2%). Entre as vítimas, houve predomínio do sexo masculino (76,8%) e da faixa etária de 20 - 29 anos (31,5%). A colisão foi responsável por 59,9% dos acidentes de trânsito, e as motos representaram 61,6% das ocorrências entre os meios de locomoção. A sexta-feira apresentou maior risco e houve concentração de acidentes das 06h00min. às 08h59min. e das 18h00min. às 20h59min. O MoranMap identificou áreas críticas para a ocorrência de atendimentos durante o período analisado. Discussão: As fichas de atendimento do SAMU, a partir da análise espacial, configuraram-se como importante fonte de informação para a vigilância em saúde. Conclusão: A análise espacial dos acidentes de trânsito urbano identificou regiões com correlação espacial positiva, proporcionando subsídios ao planejamento logístico do serviço de atendimento móvel de urgência. Este estudo é pioneiro ao contribuir com tais informações na região.
doi:10.1590/1980-5497201700040014 pmid:29267756 fatcat:7quxk7f4qnglvge2fra5w6f364