A sacralização da ciência em Deuses Americanos, de Neil Gaiman: a Ficção Científica moderna em crise

Hebe Tocci Marin
2014 Soletras Revista  
Resumo: Abordar a ciência e as mudanças científico-tecnológicas na literatura é uma prática que acompanha a humanidade e sua evolução desde o princípio. Dessa prática surge a Ficção Científica (FC), um dos muitos ramos da rica literatura gótica. Na nossa sociedade, que faz uso constante e cada vez maior da tecnologia e seus gadgets, porém, muitas das mudanças imaginadas pelos autores de FC, sendo elas fantásticas ou verossímeis, já foram alcançadas e quase não há temas e recursos que não foram
more » ... rsos que não foram ainda explicados pela ciência. Com isso, frente a um possível esgotamento de temas para a FC, o autor inglês Neil Gaiman cria em sua obra Deuses Americanos (2001) um novo tipo de ciência: uma ciência sacralizada, "deusificada". No romance, deuses de culturas e religiões antigas devem conviver com e sobreviver a novos deuses emergentes -os deuses da mídia, dos carros e dos computadores, entre outros. As duas gerações de deuses disputam a fé da humanidade, o que os alimenta, e nesse processo, muitos desses deuses evoluem, involuem ou até mesmo morrem. A FC criada por Neil Gaiman retorna ao mito para explicar o desconhecido e torna-se então uma espécie de FC "reversa". Este artigo propõe um debate sobre essa nova face da FC com base nas teorias de Fred Botting, Mircea Elíade e Ernst Cassirer, entre outros. Palavras -chave: Ficção Científica. Sacralização. Neil Gaiman. Entre outras características que podem ser apontadas como elementos comuns entre o Gótico e a Ficção Científica, talvez a mais proeminente delas seja o exagero. A ficção Gótica, com seus castelos obscuros e vilões com deformidades morais, surge de uma necessidade da sociedade de expurgar suas incertezas frente à ordem social em uma época de grande mudança. E a Ficção Científica (FC) nada mais fez, e ainda faz, do que expressar -através do exagero -as preocupações relacionadas ao uso da ciência em momentos históricos de grandes avanços e mudanças tecnocientíficas. A coincidência dos temas e a incorporação da FC pelo Gótico são comprovadas pela obra canônica de Mary Shelley, Frankenstein (1818), considerada por muitos não apenas o marco inicial da FC, mas também grande expoente da literatura Gótica. A ciência "[...] se 1 Mestranda em Estudos Literários em Língua Inglesa, sob orientação do Professor Doutor Aparecido Donizete Rossi. Pesquisa os temas do Gótico, da Ficção Científica e da Pós-Modernidade. SOLETRAS -Revista do Departamento de Letras da FFP/UERJ Número 28 (jul.-dez. 2014)
doi:10.12957/soletras.2014.10568 fatcat:2s5m2nq3avezfpmo743uymr5bu