Produção e valor nutritivo de forragem de cultivares de capim-elefante em diferentes períodos de rebrotação

Vanessa Nunes Leal, Roriz Luciano Machado, Leandro Coelho de Araujo, Marcelo Marcondes de Godoy, Adalto José de Souza Linhares, Jean Carlo Quirino Ferreira, Lucas de Deus Leopoldino, Evaldo Alves dos Santos, Eliane Sayuri Miyagi
2020 Research, Society and Development  
Com o presente trabalho objetivou-se avaliar a produtividade de massa seca e o valor nutritivo de cultivares de capim elefante nas épocas da seca (sob irrigação) e das águas. O experimento foi implantado no IF Goiano – Campus Ceres em delineamento em blocos ao acaso em parcelas subdivididas com 4 repetições. Os tratamentos corresponderam as cultivares de capim elefante Cameroon Comum, Cameroon Roxo, BRS Capiaçu, BRS Canará, BRS Kurumi e Napier e três períodos de rebrotação (45, 60 e 75 dias).
more » ... 5, 60 e 75 dias). Foram avaliadas a relação folha:colmo (F:C), produtividades de massa verde (PMV) e de massa seca (PMS), fibras em detergente ácido (FDA) e neutro (FDN) e proteína bruta (PB). A cultivar Napier apresentou menor FDN na época das águas, maior PMV aos 75 dias e maior PMS, juntamente com BRS Capiaçu na época da seca, enquanto a Cameron, apresentou a maior PMS nas águas. A PB não diferiu entre os tratamentos. BRS Kurumi possui maior relação F:C e maior qualidade bromatológica indicada por maior PB, menor FDA e FDN. O aumento da idade de corte reduz a qualidade das cultivares, sendo em menor magnitude para a cultivar BRS Kurumi. A irrigação na época da seca mantém a qualidade nutricional do capim elefante.
doi:10.33448/rsd-v9i11.10025 fatcat:3qr6rq55ozho5n5l4vfs7nbc6e