Estimação dos expoentes de Hurst com utilização da mediana e do estimador trimean em imagens interferométricas de um carcinoma mamário

Rodnei Alves Marques, Thelma Sáfadi
2020 Brazilian Journal of Development  
Estimação dos expoentes de Hurst com utilização da mediana e do estimador trimean em imagens interferométricas de um carcinoma mamário Hurst exponents estimation using the median and the trimean estimator in interferometric images of a breast carcinoma RESUMO A presente pesquisa teve como propósito desenvolver uma aplicação para análise de imagens, baseadas na transformada discreta não decimada de wavelet 2D. Foram estimados e verificados os comportamentos, ao longo do tempo, dos expoentes de
more » ... dos expoentes de Hurst (direcionais) com utilização da transformada não decimada de wavelet 2D em 128 imagens interferométricas de um carcinoma mamário canino, obtidas em intervalos de tempos regulares por meio do método biospeckle. Foram extraídas subimagens que retratam somente tecidos cancerígenos e que retratam somente tecidos saudáveis, aplicada a metodologia de análise multirresolução com quatro níveis de resolução e uso da wavelet de Daubechies com oito momentos nulos, conforme proposta em artigo pregresso. Para estimação dos expoentes de Hurst, foram utilizados a mediana do logaritmo dos coeficientes wavelets médios ao quadrado (MEDLA) e o estimador trimean (GTME) e verificado seus efeitos na série de expoentes de Hurst. Concluiu-se, com o estudo prospectivo, que a análise temporal dos expoentes de Hurst pode ser mais uma alternativa para distinguir imagens de tecido saudável do cancerígeno. Os dados sugerem que a estimação dos expoentes de Hurst, obtida via MEDLA, pode constituir mais uma alternativa para diferenciar subimagens de tecido cancerígeno do saudável por apresentar menor variância e melhor discriminação. Palavras-chave: Análise multirresolução, Transformada de wavelet discreta 2D, Expoente de Hurst. ABSTRACT The research aimed to develop new applications for image analysis based on the non-decimated discrete wavelet transform. The behavior of (directional) Hurst exponents were verified, over time, using the non-decimated wavelet transform in 128 interferometric images of a canine anaplastic mammary carcinoma, obtained in regular time intervals by means of the dynamic biospeckle
doi:10.34117/bjdv6n5-629 fatcat:gsafz7xllnd73bmpn25klay72e