Possibilidades e desafios enfrentados pelo profissional de enfermagem no atendimento ao paciente com sintomatologia dolorosa

Debora Padilha, William Kleinpaul
unpublished
ANALIDIA RODOLPHO PETRY Enfermeira, Doutora, Professora do Curso de graduação em enfermagem-Universidade de S. Cruz do Sul-RS RESUMO A dor é um sinal que o corpo humano emite quando é invadido ou agredido e que age como um sistema de alarme, acionado para a proteção da integridade anátomo tissular. Trata-se de um fenômeno subjetivo, cuja percepção é particular a cada indivíduo e, atualmente, é considerado como o quinto sinal vital. Para investigar como se dá a percepção da dor pelos
more » ... r pelos profissionais de saúde, propusemos, como problema desta pesquisa avaliar: O que as queixas de dor dos indivíduos, internados nas unidades clínicas e cirúrgicas de um hospital de médio porte do interior do estado, representam para os profissionais de enfermagem de nível técnico ou superior? Traçamos como objetivos específicos: investigar o que os profissionais de enfermagem das unidades clínicas e cirúrgicas fazem diante de um paciente com dor; pesquisar como os profissionais de enfermagem entendem as queixas de dor dos pacientes; averiguar quais são os sentimentos da equipe de enfermagem frente à dor do paciente. Trata-se de uma pesquisa de caráter descritivo e exploratório de cunho qualitativo, realizada em um hospital de médio porte, no interior do estado do Rio Grande do Sul. A coleta de dados foi realizada, através de uma entrevista semi-estruturada, elaborada pelo pesquisador e aplicada em vinte e cinco profissionais de enfermagem de nível técnico e superior. Os resultados mostraram que tratar de pacientes com sintomatologia dolorosa provoca sentimentos de impotência e desconforto nos profissionais entrevistados. Eles referem dificuldades para interpretar a dor dos pacientes, mas consideram importante implementar condutas variadas
fatcat:uhy6ledxxrabzjr73oiz5nbhzu