Emblemas e pedagogia seráfica: a convergência de dois mundos nas livrarias franciscanas da Província de Santo Antônio do Brasil no Setecentos (Bahia, Pernambuco e Paraíba)

Carla Mary Silva Oliveira
2020 Cadernos de História da Educação  
Desde o século XV a Emblemática tornou-se um dos muitos temas de interesse da cultura humanista cultivada entre a nobreza e os homens de letras na Europa do Renascimento e, depois, nas centúrias seguintes, do Barroco. Entre os religiosos, especialmente no que diz respeito às ordens conventuais e congregações que primavam pela formação instrucional de seus quadros, como inacianos e franciscanos, percebeu-se as enormes possibilidades do uso da Emblemática não apenas no desenvolvimento intelectual
more » ... de seus noviços, mas também no trabalho de catequese a ser feito no mundo laico, especialmente no Novo Mundo. A intenção deste trabalho é discutir a presença de algumas obras de Emblemática no acervo das livrarias conventuais da Província Franciscana de Santo Antônio do Brasil listados no Livro dos Inventários dos Conventos do Norte [em 5 de julho de 1852] – elaborado pelo Fr. Antônio da Rainha dos Anjos Machado, documento este existente no Arquivo Provincial Franciscano do Recife – analisando-os sob a perspectiva da Pedagogia Seráfica cristalizada nos Estatutos da Província de S. Antonio do Brasil, publicados em Lisboa em 1709, e nas Atas Capitulares Provinciais (1649-1893), publicadas na Revista do IHGB em 1970.
doi:10.14393/che-v19n2-2020-10 fatcat:txhaahstdvfcvkd2m5chhnj434