Mil Litros de Preto

Marcelo Rocco Gasperi, Diogo Angeli Theotonio
2020 Conceição/Conception  
O presente artigo analisará a performance-instalação Mil Litros de Preto: A Maré está Cheia, da performer Lucimélia Romão, cujos eixos norteadores são o genocídio dos jovens negros brasileiros pela polícia militar, a violência sistematizada do Estado sobre os corpos negros e a omissão de parte da sociedade brasileira. Para isto, fez-se uma revisão bibliográfica acerca do conceito necropolítica (MBEMBE, 2016) e de suas adjacências, traçando os desdobramentos de tal performance-instalação.
doi:10.20396/conce.v9i00.8660778 fatcat:oflqknq33balfgzpttrdgusegu