FACIOLOGIA E EVOLUÇÃO DOS DEPÓSITOS EÓLICOS COSTEIROS DO OESTE DO CEARÁ (BRASIL) NO HOLOCENO TARDIO

Áquila Ferreira Mesquita, Wellington Ferreira da Silva Filho, Cynthia Romariz Duarte, Francisco Hilário Rego Bezerra, David Lino Vasconcelos, Joel Pedrosa Sousa
2016 Revista Brasileira de Geomorfologia  
originais: arenito grosso com níveis conglomeráticos e estratifi cação planoparalela inclinada (face de praia); arenito médio com estratifi cação cruzada de baixo ângulo (dunas frontais), por vezes obliteradas por rizolitos (dunas frontais vegetadas); arenito médio com estratifi cação cruzada festonada (base de dunas barcanóides); arenito médio com estratifi cação cruzada e superfícies de truncamento em "Z" (extensões linear e associadas a dunas barcanóides). Os arenitos grossos correspondem a rochas de praia,
doi:10.20502/rbg.v17i4.832 fatcat:3z4vwljr6vfchjirqg247uadj4