prevalência de Fraturas do Côndilo Mandibular Associadas à presença ou Ausência de 3 o Molar Inferior em Imagens Ortopantomográficas

Emerson Siqueira, Pena Fernandes, I Kássia, Fabíola Oliveira Da Silva, Rafael Moreira, Paula Guimarães
Rev. Cir. Traumatol. Buco-Maxilo-Fac., Camaragibe v   unpublished
RESUMO Objetivo: O estudo propõe verificar a prevalência de fraturas condilares associadas à presença ou ausência de 3 o molar inferior. Metodologia: A amostra foi composta de 86 ortopantomografias de pacien-tes com fratura condilar, originária de 516 laudos e imagens. O levantamento envolveu os anos de 2003 a 2007. Os dados de identificação radiográfica e história clínica de fratura condilar foram avaliados e anotados. As radiografias panorâmicas dos maxilares existentes nos arquivos foram
more » ... iadas. A análise destas se deu por meio do programa IMAGE J para obtenção da localização e angulação do terceiro molar inferior e mediante as classificações de Pell e Gregory e Winter. Resultados: O terceiro molar inferior estava presente em 69,8% das fraturas do côndilo mandibular; a presença do terceiro molar inferior erupcionado teve maior influência nos três tipos de fratura do côndilo mandibular; a fratura condilar mais encontrada foi a subcondilar, seguida da fratura de colo e, em menor expressão, da fratura de cabeça do côndilo mandibular; os dados revelam que, para os três tipos de fratura condilar, há uma maior relação com a posição mesioangular da classificação de Winter. Quanto à classificação de Pell e Gregory em relação às fraturas de cabeça do côndilo mandibular, houve uma distribuição equânime das posições A1, A2 e B3, as demais posições sido encontradas na amostra; em relação às fraturas de colo e subcondilares, houve maior relação com a posição B2 da classificação de Pell e Gregory. Conclusão: Não houve relação estatisticamente significativa entre a presença ou ausência de terceiro molar inferior incluso ou mesmo sua posição e a existência de fratura condilar. ABSTRACT Objective: The study sets out to verify the prevalence of condylar fractures associated with the presence or absence of the lower third molar. The sample consisted of 86 orthopantomograms of patients with a condylar fracture from 516 reports and images. The survey covered the years 2003 to 2007. The data concerning the radiographic identification and clinical history of condylar fracture were evaluated and recorded. The panoramic radiographs of the maxillae existing in the files were assessed. The analysis of the latter was conducted using the IMAGE J software for obtaining the location and angulation of the lower third molar in accordance with the classifications of Pell & Gregory and Winter. Results: The lower third
fatcat:bumgcq4jubeupp2a4eciv4daru