Desidratação Osmótica de Guapeva

Ellen Godinho Pinto, Luiz Felipe De Lima, Fabio Junior Dos Santos, Fernando Luiz De Oliveira, Dayana Silva Batista Soares
2019 UNICIÊNCIAS  
Os frutos do cerrado em geral apresentam sabores próprios e elevados teores de nutrientes, no entanto, grande parte desses frutos são pouco conhecida e comercializada, estando a guapeva entre estes. Neste trabalho realizou-se a caracterização do fruto in natura da guapeva e avaliando a influência da temperatura, tempo e concentração da solução de sacarose na desidratação osmótica da guapeva, e se investigaram variações de propriedades físicas, químicas e dos parâmetros da desidratação osmótica.
more » ... Foram utilizadas as temperatura de 25, 45 e 60 ºC e tempos de 0, 30, 60, 120, 240 e 360 minutos e a concentração 35 e 50 °Brix da solução osmótica e se fixando a razão mássica fruta: xarope 1:6 e formato dos pedaços (metades). Na análise física e química foram realizadas: peso, comprimento, umidade, teor de sólidos solúveis totais e vitamina C. Conclui-se que na desidratação osmótica em temperatura de 25 ºC e concentração da solução de 50ºBrix apresentaram menor degradação da vitamina C, portanto na temperatura de 45 ºC e 50ºBrix no tempo de 360 minutos teve uma maior incorporação sólidos solúveis totais e na temperatura de 60ºC teve uma redução linear da umidade com o tempo. Palavras-chave: Cerrado. Incorporação de Sólidos. Vitamina C. Pouteria cf. guardneriana Radlk. AbstractThe fruits of the cerrado usually have their own flavors and high levels of nutrients; however, most of these fruits are still little known and marketed, and guapeva among them. The objective of this study was to evaluate the influence of temperature, time and concentration of the sucrose solution on guapeva osmotic dehydration, and to investigate variations in physical, chemical and dehydration parameters osmotic. The temperatures of 25, 45 and 60 ºC and 0, 30, 60, 120, 240 and 360 minutes and the 35 and 50 ° Brix concentration of the osmotic solution were used and the fruit mass ratio was fixed: 1: 6 syrup and format of the pieces (halves). In the physical and chemical analysis were carried out: weight, length, humidity, total soluble solids content and vitamin C. It was concluded that in osmotic dehydration at 25 ºC and concentration of 50ºBrix solution showed lower degradation of vitamin C, of 45 ºC and 50ºBrix in the time of 360 minutes had a greater incorporation total soluble solids and in the temperature of 60 ºC had a linear reduction of the humidity with the time. Keywords: Cerrado. Incorporation of Solids. Vitamin C. Pouteria cf. guardneriana Radlk.
doi:10.17921/1415-5141.2018v22n3espp21-24 fatcat:r3m7os7nlrecrlyly3jmga2xd4