"Resolva de cabeça e confira na calculadora": análise de atividades em livros didáticos dos anos finais do ensino fundamental

Luan Costa de Luna, Liliane Maria Teixeira Lima de Carvalho
2021 Revemat revista eletrônica de educação matemática  
Muitas são as pesquisas a respeito do uso da calculadora em aulas de Matemática. No entanto, são escassas as referentes à análise de livros didáticos. Acreditamos que propostas de atividades com calculadora em situações de investigação, possuem potencial para romper a resistência do não uso desse recurso em aulas de Matemática, fomentando formação continuada aos professores que utilizam. Assim, neste artigo, analisamos, à luz dos ambientes de aprendizagem da Educação Matemática Crítica,
more » ... ca Crítica, atividades com calculadora em uma coleção de livro didático dos anos finais do Ensino Fundamental (6º ao 9º ano) mais distribuída pelo Programa Nacional do Livro Didático 2017. Constatamos que, o ambiente de aprendizagem, cenário para investigação com referência à matemática pura (tipo 2), é o que mais explora o potencial da calculadora, pois, atribui significado ao uso desse recurso em situações de investigação e argumentação matemática. Em relação às atividades analisadas, identificamos um total de 67 atividades com calculadora e observamos a predominância no eixo números e, referência à matemática pura no âmbito de lista de exercício. Atividades relacionadas a cenários para investigação foram escassas. Esses resultados evidenciam limitações para o trabalho didático com a calculadora. No cenário atual, não é suficiente utilizá-la apenas como um recurso de verificação de resultados. É necessário, portanto, que os autores de livros didáticos proponham atividades com calculadora que atribuam significado ao seu uso, contribuindo para o desenvolvimento de habilidades e raciocínio crítico dos estudantes.
doi:10.5007/1981-1322.2021.e75128 fatcat:5w7mn7qgojenleprcby7jdkyyy