Fungos micorrízicos arbusculares (FMA) em porta-enxertos micropropagados de videira

Rafael Anzanello, Paulo Vitor Dutra de Souza, Bruno Casamali
2011 Bragantia  
O uso de fungos micorrízicos na produção de mudas de videira é importante alternativa para acelerar o desenvolvimento inicial das plantas. Este trabalho teve por objetivo avaliar o comportamento de dois FMA sobre o crescimento vegetativo de três porta-enxertos (PE) de videira. Foram utilizados os FMA Glomus etunicatum e Scutellospora heterogama e os PE SO4, Paulsen 1103 e 043-43. Os PE, oriundos de micropropagação, foram transferidos e aclimatizados em copos plásticos de 300 mL e após 58 dias
more » ... ansplantados para sacos plásticos de 2 L de capacidade, contendo como substrato uma mistura de casca de arroz carbonizada e Plantmax® na proporção de 1:1 v/v. Utilizaram-se, como inóculo, 20 g de solo rizosférico mais fragmentos de raízes contendo as estruturas dos FMA, adicionados ao substrato na fase de aclimatização. Aos 135 dias após inoculação, foram avaliadas as massas de matéria fresca e seca das raízes e parte aérea, comprimento de raízes e parte aérea, diâmetro de colo e teores de nutrientes da parte aérea. Os FMA Glomus etunicatum e Scutellospora heterogama proporcionaram melhor nutrição e maior crescimento vegetativo dos porta-enxertos de videira, se comparadas as plantas testemunhas. Os benefícios oriundos da simbiose dependeram da combinação específica entre o isolado fúngico e a variedade de porta-enxerto utilizada, sendo o 043-43 beneficiado preponderantemente pelo FMA Glomus etunicatun e o SO4 e Paulsen 1103 por Glomus etunicatum e Scutellospora heterogama.
doi:10.1590/s0006-87052011000200023 fatcat:ygzjig62kzatljryr22fd42koe