Susceptibility to Erodibility of Residual Soils Based on Correlations of Physical-Mechanical Geotechnical Properties
Susceptibilidade à Erodibilidade de Solos Residuais com Base em Correlações de Propriedades Geotécnicas Físico-Mecânicas

T. O. SILVA, S. L. S. DIAS, R. L. FERRAZ, H. N. PITANGA, B. S. T. PAES
2019 Anuário do Instituto de Geociências  
Resumo Esse artigo aborda a avaliação do potencial de erodibilidade de amostras de solos residuais representativas dos horizontes de um perfil de corte rodoviário no município de Viçosa-MG. A avaliação da erodibilidade foi realizada com base nos resultados de ensaios de caracterização física, de caracterização geotécnica pela metodologia MCT (Miniatura, Compactado, Tropical) e de resistência ao cisalhamento direto. A abordagem para a avaliação da erodibilidade por meio de critérios baseados na
more » ... térios baseados na caracterização física das amostras e nos parâmetros de resistência ao cisalhamento, quando considerados isoladamente, não se mostrou eficiente para a determinação da susceptibilidade à erodibilidade das amostras analisadas. Entretanto, verificou-se que os limites numéricos propostos na literatura, quanto aos valores de índice de plasticidade e quanto à porcentagem passante na peneira #200, são aplicáveis para a determinação do potencial de erodibilidade das amostras analisadas. A avaliação da erodibilidade, tomando como base a classificação segundo a metodologia MCT, foi adequada para as amostras de solos analisadas, visto que os resultados dessa classificação confirmaram as condições pedológicas observadas em campo, em que os solos lateríticos mostram-se mais resistentes à erodibilidade, comparativamente aos solos não lateríticos. Desta forma, confirma-se a importância da classificação geotécnica segundo a metodologia MCT para a determinação da suscetibilidade à erodibilidade de solos residuais em regiões tropicais. Abstract This study evaluated the erodibility potential of samples of residual soils representing the horizons of a road cutting profile in the municipality of Viçosa, State of Minas Gerais. The erodibility was evaluated considering the results of tests of physical characterization, geotechnical characterization by MCT methodology and direct shear strength. The approach for evaluation of erodibility by means of criteria based on the physical characterization of the samples and the parameters of shear strength, when considered separately, was not enough to determine the susceptibility to erodibility of the analyzed samples. However, the numerical limits proposed in the literature regarding the values of plasticity index and percentage passing the #200 sieve are applicable for the determination of the erodibility potential of the samples analyzed. The evaluation of erodibility, based on the classification according to the MCT methodology, was suitable for the soil samples analyzed, since the results of this classification confirmed the pedological conditions observed in the field, in which lateritic soils are more resistant to erodibility, compared to non-lateritic soils. Thus, the present study confirms the importance of the geotechnical classification according to the MCT methodology for determination of the susceptibility to erodibility of residual soils in tropical regions.
doi:10.11137/2019_1_188_195 fatcat:ifhavlvtb5e4vhxqzql4zek3jy