Améry e Primo Levi: a experiência do intelectual no Lager e o dever de dar testemunho

Pedro Miguel Rodrigues Panarra
2009 Prisma Juridico  
Neste artigo, pretende-se compreender a concepção da figura do intelectual no pensamento de Jean Améry e de Primo Levi e sua relação com a ideia da necessidade de testemunhar a experiência inominável da vida no "campo". Os dois têm concepções diferentes sobre o alcance e o porte do testemunho, em razão também das diferentes relações que estabelecem com o espaço público. As ideias discutidas neste artigo dizem respeito exclusivamente à concepção dos dois intelectuais, resultante da experiência
more » ... ambos, no que se refere aos limites da condição humana no Lager, os confins do espírito, como Améry designa essa terra de ninguém em que o sentido se perde. Não têm pretensão de validade para nenhum tipo de intervenção no espaço público.
doi:10.5585/prismaj.v8i1.1610 fatcat:ohtbg2yh45bhvaaghhqg7pxisa