Vigilância epidemiológica da leishmaniose visceral: análise de indicadores e fatores ambientais associados

Karliane de Araújo Lima Uchôa, Baldomero Antonio Kato da Silva, Ana Rachel Oliveira de Andrade, Karina Oliveira Drumond
2020 Revista Eletrônica Acervo Saúde  
Objetivo: analisar os indicadores epidemiológicos da Leishmaniose Visceral (LV) em Parnaíba-PI no período de 2010 a 2014. Métodos: foram incluídos 45 casos novos de Leishmaniose Visceral Humana (LVH) autóctone, residentes em Parnaíba e população canina de 2787 cães. Os dados foram obtidos do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN), Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM), Instituto Brasileiro de Geografia de Estatística (IBGE), inquérito canino do Centro de Controle de
more » ... de Controle de Zoonoses (CCZ) e questionários semiestruturados. Resultados: observou-se média de nove casos de LVH nos últimos cinco anos, classificando-se como área de transmissão intensa para LV. Ocorreu registro de LVH em todos os meses do ano, com maior número de notificações nos meses de junho (n= 8) e outubro (n=8). A soroprevalência canina foi de 16%, com variação entre 8% a 42% durante o período, ascendendo a partir de 2013, com razão de 1:10 de casos humanos em relação aos caninos. Conclusão: os resultados oferecem subsídios para planejamento estratégico no controle da LV, propondo focalizar intervenções nas áreas estratificadas, incrementando a efetividade das medidas de controle na região.
doi:10.25248/reas.e2979.2020 fatcat:wps7of6v3bd4do66ohhyibs3fu