Estudo do comportamento eletroquímico da liga UNS N07090 em diferentes concentrações de ácido sulfúrico [thesis]

Alexandra Silvia Matheisen Paroni
Wenn die Wissenschaft ihren Kreis durchlaufen hat, so gelangt sie natürlicher Weise zu dem Punkte eines bescheidenen Misstrauens, und sagt, unwillig über sich selbst: Wie viele Dinge gibt es doch, die ich nicht einsehe." Immanuel Kant, filósofo alemão (1724-1804) "Após percorrer seu circuito, a ciência chega naturalmente ao ponto de uma desconfiança humilde, e diz, relutante sobre si mesma: Mas quantas coisas existem, que eu não compreendo." Tradução própria livre AGRADECIMENTOS Em primeiro
more » ... TOS Em primeiro lugar agradeço a Deus, que espalhou pessoas maravilhosas pelo mundo e meu deu a chance de conviver com elas: Minha orientadora, Profa. Dra. Neusa Alonso-Falleiros, que é um exemplo de dedicação ao magistério, valorizo imensamente a oportunidade de tê-la tido como orientadora, Prof. Dr. Rodrigo Magnabosco, que me acompanha, com rigor e lealdade, desde meus primeiros trabalhos na área de Metalurgia e Materiais, Antonio Lívio da Silva Nunes, que me deu apoio incansável e criativo nos trabalhos de Laboratório, Os colegas Wilmar Calderón-Hernández e Duberney Hincapie Ladino, que foram grandes colegas no dia-a-dia, ajudando-me sempre que necessário, Meus pais, Alfons e Dina, e meus sogros, Jorge e Silvana, que me acompanham, participam de forma carinhosa e dividem comigo as batalhas diárias, Minha irmã Camilla, que independente de qualquer distância geográfica, está ao meu lado no dia-a-dia, Por fim, mas não por fim, e sim como a base da minha alegria e da minha coragem, meu marido Vincius e meus filhos, Victor e Eva, que souberam compreender a importância deste trabalho para mim. finalmente concluir que a liga UNS N07090, quando exposta a concentrações que variam de 1M a 4M H 2 SO 4 , a 25°C, apresenta boa resistência à corrosão e que esta não se altera com o tempo de exposição. A análise dos resultados mostrou que o processo corrosivo é controlado por reações catódicas de sulfato e hidrogênio, as quais podem ter diferentes contribuições dependendo da concentração do ácido e do tempo de imersão da liga UNS N07090 no meio corrosivo. Palavras-chave: Ligas de níquel, UNS N07090, corrosão, ácido sulfúrico ABSTRACT Nickel alloys have a wide range of application nowadays due to their excellent resistance to aggressive media and high temperatures. UNS N07090, the nickel alloy studied herein, is used for turbochargers, exhaust and after treatment systems of diesel engines. These applications expose the alloy to hot gases, which condensate forming sulfuric acid (H 2 SO 4 ). It is thus important to know the corrosion resistance of the alloy in this media. The goal of this work is the characterization of the electrochemical behaviour of UNS N07090 alloy through potentiodynamic polarization curves in different sulfuric acid concentrations. On the one hand, higher acid concentrations were noticed to lead to higher corrosion of the alloy. This phenomenon can be discussed by sulfate (SO 4 2-) adsorption, which negatively influences not only the formation but also the growth of the passive film on nickel. On the other hand, the presence of Cr in UNS N07090 composition, improves the corrosion resistance of the alloy far more than expected, directly affecting the shape of the polarization curves of the alloy, placing it in a condition of high corrosion resistance despite the worst performance shown by the other elements present in the chemical composition of the alloy, such as Co, Al and Ti. 24h immersion periods in sulfuric acid slightly raise corrosion parameters of UNS N07090 alloy, but still ranking the alloy in very good corrosion resistance. Finally, it can be concluded that UNS N07090 alloy exposed to 1M to 4M H 2 SO 4 at 25°C presents good corrosion resistance and that this is not affected by longer immersion periods. The results showed that the corrosion process of alloy UNS N07090 is controlled by sulfate and hidrogen cathodic reactions, which have stronger or weaker contribution depending on acid concentration and immersion time on the corrosive media.
doi:10.11606/t.3.2016.tde-21062016-145619 fatcat:725zyb25wned3cdxc6d537fmdq