O uso de provas de atividade inflamatória em reumatologia

Nilton Salles Rosa Neto, Jozélio Freire de Carvalho
2009 Revista Brasileira de Reumatologia  
A resposta de fase aguda é um mecanismo fisiopatológico de defesa associado a estados inflamatórios que, apesar do nome já consagrado, ocorre tanto na inflamação aguda quanto na crônica. Caracteriza-se pelo aumento ou diminuição da concentração sérica de determinadas proteínas em decorrência de algum estímulo que ocasione injúria tecidual. 1-3 Atualmente, opta-se por utilizar o termo biomarcador inflamatório ao se referir às proteínas envolvidas nessa resposta. Utiliza-se a análise dos
more » ... nálise dos biomarcadores de inflamação em doenças reumatológicas para a monitoração de atividade de doença -correlacionando com outros dados clínicos e laboratoriais -e para a diferenciação entre doença ativa e presença de infecções. Este artigo revisa o uso de provas de atividade inflamatória atualmente disponíveis no âmbito assistencial. HISTÓRICO Em 1930, pesquisadores descobriram uma proteína que reagia com o polissacarídeo C da cápsula de S. pneumoniae obtida O uso de provas de atividade inflamatória em reumatologia
doi:10.1590/s0482-50042009000400008 fatcat:ckjw6vhuwbbhdjnyukogiql5rm