TEACHING AND LEARNING IN A VIRTUAL ENVIRONMENT: NURSING STUDENTS' ATTITUDE

Viviane Rolim de Holanda, Ana Karina Bezerra Pinheiro, Eliane Rolim Holanda, Manuelly Cristine de Lima Santos
2015 REME: Revista Mineira de Enfermagem  
RESUMO Objetivou-se avaliar uma hipermídia como estratégia de ensino, a aprendizagem em ambiente virtual e a atitude de acadêmicos de Enfermagem para o ensino on-line das doenças sexualmente transmissíveis. Trata-se de estudo quase experimental, do tipo antes e depois, realizado com 28 acadêmicos de Enfermagem de uma universidade pública da região Nordeste do Brasil. Os participantes da amostra foram selecionados por conveniência. Para a coleta de dados, foi disponibilizada uma hipermídia
more » ... ada no ambiente virtual SOLAR. Utilizou-se instrumento validado para verificação do conhecimento prévio (pré-teste) e conhecimento adquirido (pós-teste) após a estratégia educativa e escala de Likert para avaliação da hipermídia e atitude dos alunos. Os dados foram analisados no SPSS, versão 20.0. Aplicou-se o teste de Wilcoxon com nível de significância de 5%. Antes de iniciar as aulas no ambiente virtual, 67,9% dos alunos consideravam o seu conhecimento limitado sobre as infecções sexualmente transmissíveis. Ao fim dos módulos, 78,5% dos alunos classificaram o aprendizado como muito substancial e substancial. Houve diferença estatística no rendimento acadêmico dos alunos, com evidência de aumento na média de acertos do pós-teste (p=0,00). A maioria dos participantes classificou a hipermídia e a sua atitude para a aprendizagem on-line como adequada. A hipermídia auxiliou no processo de formação profissional, estimulando uma aprendizagem motivadora mediante os recursos multimídias. Constitui-se em um recurso didático complementar para o ensino teórico na graduação em Enfermagem. Palavras-chave: Educação em Enfermagem; Aprendizagem; Tecnologia Educacional; Doenças Sexualmente Transmissíveis; Estudantes de Enfermagem. ABSTR ACT To assess a hypermedia system as a teaching strategy, learning in a virtual environment, and nursing undergraduate students' attitudes toward teaching about sexually transmitted diseases (STDs) in an online environment. This work was a quasi-experimental study, before-and-after, conducted with 28 undergraduate nursing students from a public university in the northeastern region of Brazil. The participants of the sample were selected by convenience. A hypermedia system, hosted at the SOLAR virtual environment, was made available for data collection. A validated instrument was used to assess prior knowledge (pre-test) and acquired knowledge (post-test) after the educational strategy. The Likert scale was used to assess the hypermedia system and students' attitudes. The data were analyzed using the Statistical Package for the Social Sciences (SPSS, version 20.0) and the Wilcoxon test, with a 5% significance level. Before starting the classes in the virtual environment, 67.9% of the students regarded their knowledge of STDs as limited. At the end of the modules, 78.5% of the students considered learning quite substantial. A statistical difference was observed in students' learning achievement, with an evident increase in the average number of correct answers in the post-test (p=0.00). Most participants considered the hypermedia system and their attitude toward online learning appropriate. The hypermedia system for teaching and learning about STDs aided in the professional training process, stimulating a motivating learning process through multimedia resources. This system constitutes a complementary didactic resource for theoretical teaching in undergraduate nursing courses. Ensino e aprendizagem em ambiente virtual: atitude de acadêmicos de enfermagem REME • Rev Min Enferm.
doi:10.5935/1415-2762.20150012 fatcat:ygikbb32pzbmpl3jiz7wcvhzpa