Caracterização do Cultivo de Milho Safrinha de Alta Produtividade em 2008 e 2009

J.C. Cruz, G.H. Silva, I.A. Pereira Filho, M.M. Gontijo Neto, P.C. Magalhães
2010 Revista Brasileira de Milho e Sorgo  
RESUMO -O termo milho safrinha é empregado para o cultivo de milho de sequeiro semeado de janeiro a abril, após a colheita da cultura de verão. Para caracterizar os sistemas de produção de altas produtividades de milho safrinha foram coletados dados referentes a 1.138 lavouras que obtiveram produtividade acima de 5.000 kg ha -1 , nos estados da região Centro-Oeste, em São Paulo e no Paraná. Embora tenham sido constatados rendimentos superiores a 8.000 kg ha -1 em todos os estados produtores de
more » ... ados produtores de milho safrinha, a maior frequencia é de lavouras com rendimentos entre 5.000 e 7.000 kg ha -1 . Nessas lavouras, predominou o plantio de híbridos simples e de ciclo precoce, no sistema plantio direto, com o milho sendo implantado no mês de fevereiro e cultivado geralmente após a soja. Em São Paulo e no Paraná, predominam o uso do espaçamento convencional, enquanto que nos estados da região Centro-Oeste a utilização de espaçamento reduzido é maior, especialmente em Goiás. A população de plantas variou de 45 a 65 mil plantas por hectare, com maior frequência no uso de 50 a 55 mil plantas por hectare. Cerca de 90% das lavouras receberam tratamento químico com fungicidas para o controle de doenças. O número de aplicações de inseticidas variou de zero até quatro aplicações, sendo mais frequente duas e três aplicações. Palavras-chave: Zea mays, sistema de produção, população de plantas, espaçamento entre fileiras, época de semeadura. Revista Brasileira de Milho e Sorgo, v.9, n.2, p.177-188, 2010 Versão impressa ISSN 1676-689X / Versão on line ISSN 1980-6477 -http://www.abms.org.br Cruz et al. 178 O milho safrinha é caracterizado pelo cultivo em sequeiro com semeadura realizada nos meses de janeiro a abril, após a cultura de verão, geralmente após soja precoce. O termo safrinha tem origem nas baixas produtividades dos primeiros cultivos do cereal no Estado do Paraná, na década de setenta, que constatava produtividade muito menor comparada à obtida na safra de verão. Embora o termo safrinha seja pejorativo, não correspondendo ao excelente nível atual de produtividade de parte das lavouras e à sua importância no cenário nacional, está consagrado pelo uso e por caracterizar um sistema de produção peculiar. De acordo com o levantamento da Conab (2010), a safrinha de milho confirmou ABSTRACT -Off-season maize is the rainfed crop cultivated from January through April, after the summer crop, generally early soybean, in the south-central region of Brazil. In order to characterize the production systems of high productivity of off-season maize, data were collected regarding 1138 farms which obtained productivity above 5000 kg.ha -1 , spread out in the Midwest states, São Paulo and Paraná. Although some grain yields were found above 8000 kg ha -1 , in all main producer states farms presenting yield between 5000 and 7000kg ha -1 were more frequent. In these farms predominates the use of simple hybrids with early cycle; conducted in no till planting system with corn sown after soybean. Approximately 81% of the off-season maize with high yields was sown in February, although there is a variation according to the producer state. In São Paulo and Paraná states predominates the conventional row spacing, meanwhile in the states of Midwest region the reduced spacing is more used, especially in Goiás. Plant population ranged from 45 to 65 thousand plants per hectare, being more frequent populations with 51 to 55 thousand plants per hectare. Around 90% of farm crops received chemical treatment with fungicides for disease control. The number of insecticide applications ranged from zero till four applications, being more frequent two or three applications.
doi:10.18512/1980-6477/rbms.v9n2p177-188 fatcat:acwpo3bllfdblkhce4pvhxcvce