A função social da leitura da literatura infantil 10.5007/1518-2924.2003v8n15p47

Clarice Fortkamp Caldin
2007 Encontros Bibli  
RESUMO A laicização da literatura, instalada com o Romantismo, muda a concepção da leitura. A aprendizagem da leitura, transformada em prática social e servindo de legitimação da burguesia, possibilita a emancipação da criança e a assimilação dos valores da sociedade. Nos seus primórdios, a literatura infantil tem função formadora, ao apresentar modelos de comportamento com a finalidade de reforçar os valores sociais vigentes. A literatura infantil contemporânea oferece uma nova concepção de
more » ... ova concepção de texto escrito, aberto a múltiplas leituras, questionamentos e reflexões. A biblioteca escolar desempenha um papel relevante no despertar o gosto pela leitura da literatura infantil. O bibliotecário, consciente de sua função de educador, prioriza a leitura de textos de qualidade que desenvolvam a capacidade crítica da criança. PALAVRAS-CHAVE: Leitura -função social. Literatura infantil -função social. Biblioteca escolar. INTRODUÇÃO Ao buscar no grego o pleno sentido de ler como sendo legei -temos colher, recolher, juntar, que no latim transformou-se em lego, legis, legere -juntar horizontalmente as coisas com o olhar. Entretanto, os latinos também usavam interpretare para ler, mas com um significado mais profundo, o de ler verticalmente, sair de um plano para outro, de forma transcendente. Nesse sentido, a leitura ultrapassa o passar de olhos por algo, mas vai além do visualizar, aventurando-se no desconhecido para uma plena compreensão do sentido das coisas. Se a escritura se configura como um meio transmissor de informação, a leitura se configura como um meio de aquisição do que se passa ao redor do homem. A leitura é, portanto, um ato social, e como tal, uma questão pública. Enc. Bibli: R. Eletr. Bibliotecon. Ci. Inf., Florianópolis, n. 15, 1º sem. 2003
doi:10.5007/1518-2924.2003v8n15p47 fatcat:ynoepm6xvfhvhfwy2bdrybpa34