Estabilização conquiliométrica em moluscos: estudo de caso com Sphenia fragilis (H. Adams & A. Adams, 1854) (Bivalvia, Myidae)

Lucas Rodrigues de Castro, Weverton John Pinheiro dos Santos, Mara Rubia Ferreira Barros, Andréa Magalhães Bezerra, Marko Herrmann, Rafael Anaisce das Chagas
2021 Research, Society and Development  
Sphenia fragilis é um molusco bivalve pertencente a família Myidae, que possui hábito de escavar e viver alojado em espaços livres, cavidades e/ou fendas deixadas por outros organismos (e.g., mexilhões e ostras). A espécie apresenta elevada variação morfológica na forma da concha, no entanto, no entanto, ainda não foi estudado essa variação a partir de dados morfométricos. Objetivou-se testar a hipótese da existência de uma estabilização da forma da concha de S. fragilis, através de análises
more » ... avés de análises morfométricas de indivíduos coletados no litoral amazônico. As medidas morfométricas externas da concha foram mensuradas em 309 espécimes, realizando a caracterização morfométrica por meio de regressões lineares e a determinação do Indicador de Estabilização da Forma da concha (IEF). Os resultados indicam que a espécie apresenta elevada correlação morfométrica, porém o IEF descreve uma alta variabilidade ao longo de seu desenvolvimento. Tais resultados refutam a hipótese da existência de estabilização na forma da concha de S. fragilis e, por conta disso, recomenda-se ajustes metodológicos em estudos acerca da dinâmica populacional da espécie, principalmente na quantidade de indivíduos analisados.
doi:10.33448/rsd-v10i3.13125 fatcat:sc2e5ojlb5e7rof5wtayqj23jm