Uma Incursão ao Pathos: O Método Aristotélico de Descrição das Paixões e a Relação Hierárquica delas Emanada [chapter]

Maria Flavia Figueiredo, Valmir Ferreira dos Santos Junior
2020 Inteligência Retórica: O Pathos  
O intuito aristotélico de sistematizar uma faceta da comunicação humana culminou em um profundo estudo sobre como a interlocução persuasiva se organiza. Dessa forma, Aristóteles, com sua obra Retórica, apresenta seu método descritivo das particularidades discursivas em âmbito retórico. Isso fica evidente quando descreve que o intuito da arte retórica é observar os meios capazes de se levar à persuasão (Τέχνη ρητορική, I, 2, 1355b). Para que um discurso seja capaz de desencadear processos
more » ... ar processos persuasivos, é necessário que todas as engrenagens do sistema retórico estejam alinhadas e funcionem em pleno vigor. Na obra aristotélica, são três as engrenagens fundamentais que, ao interagirem perfeitamente em conjunto, levam à persuasão do auditório: (i) o caráter do orador (que deve demonstrar ser benevolente, sincero e detentor de conhecimento a respeito daquilo de que trata); (ii) a estrutura do discurso (que deve ser clara, organizada e crível em seus constituintes argumentativos); e (iii) o trabalho com as emoções (que devem ser despertadas naqueles que julgam a validade do que o orador apresenta, haja vista que elas dispõem o homem em determinados estados mentais que influenciam na forma como ele julga uma questão). O foco da presente discussão reside no item (iii), uma vez que ele remete ao pathos, ou seja, a prova artística, como pontua Aristóteles, 1 que lida com as emoções no âmbito persuasivo. Especificamente, este capítulo apresentará uma categorização da descrição aristotélica sobre as 14 paixões em sua obra Retórica, com base nas três premissas fundamentais que o mestre estagirita apresenta, As 14 paixões aristotélicas e as três premissas que as descrevem De acordo com Aristóteles (Τέχνη ρητορική, II, 1, 1378a), as paixões são "as causas que fazem alterar os seres humanos e introduzem mudanças nos seus juízos, na medida em que elas comportam dor e prazer". Isso se dá de forma transitória e não permanente, pois, do contrário, tratariam de vícios e virtudes. Por meio dessa proposição, é possível destacar três pontos que caracterizam o
doi:10.5151/9786555500301-04 fatcat:h2522t2c4jhfzduscp3vy4vvs4