Ecossistema manguezal: vivências de Educação Ambiental no município de Piúma (ES)

Gilson Silva-Filho, Gabriela Viana Lima, Fillipe Steiner Sutill, Cíntia Cristina Lima Teixeira
2020 Revista Brasileira de Educação Ambiental (RevBEA)  
O manguezal – ecossistema costeiro – apresenta elevada importância ecológica e econômica. Este ecossistema tem sido constantemente impactado por meio das ações antrópicas, o que permite a reflexão e o aumento do número de trabalhos que abordem sua importância para manutenção da biodiversidade marinha, sendo a Educação Ambiental uma ferramenta importante para o desenvolvimento da consciência ecológica nos estudantes e em seus familiares motivo pelo qual vem se notando o desenvolvimento da
more » ... olvimento da consciência ecológica mediante a Educação Ambiental. Este trabalho teve como objetivo a aplicar práticas escolares de Educação Ambiental voltadas para a limpeza dos resíduos sólidos do manguezal e do rio Itaputanga – berçário da vida marinha – em Piúma, Espírito Santo e com isso mobilizar a preservação do ecossistema Manguezal. Para isso utilizou-se como público 166 alunos da educação básica, ensino fundamental e médio, de duas escolas situadas no município. As práticas foram divididas em três etapas: antes (formação), durante (aula de campo) e depois (aplicação de um questionário). Os estudantes apresentaram muito empenho durante a execução da prática pela ação educativa diante da produção dos materiais educativos, do blog e dos painéis para a feira de ciências. Foi possível evidenciar que as ações de Educação Ambiental, voltadas para a sensibilização e conscientização possibilitaram proporcionar a reflexão dos alunos sobre a importância do ecossistema Manguezal para a vida marinha e para manutenção da atividade econômicas de muitas famílias do município, pela sensibilização das suas famílias e da comunidade do entorno com as ações de coleta de resíduos sólidos urbanos às margens do rio Itaputanga e do Manguezal. As práticas voltadas para as ações de importância e de despoluição permitiram o conhecimento prévio dos jovens estudantes e da eficiência na abordagem dos conceitos bioecológicos deste ecossistema nas aulas de ciências e de biologia nas duas escolas.
doi:10.34024/revbea.2020.v15.9601 fatcat:whjbq2tn45f3vhvwr72vgqrw4a