O "ACONTECIMENTO" E O DISCURSO LITERÁRIO DO SÉCULO XX

São Alfa, Paulo
2009 unpublished
RESUMO: Central na obra de Claude Zilberberg, o conceito de "acontecimento" tem um papel • inegável nos estudos semióticos, uma vez que anima as discussões sobre a possibilidade de investigação num universo de sentido ainda pouco explorado (o da afetividade), especialmente se o compararmos com os estudos da narratividade de herança proppiana. Um ponto importante que a investigação sobre o acontecimento traz para os estudos semióticos é a possibilidade de traduzir as operações discursivas de
more » ... discursivas de determinados textos, em termos de regimes discursivos do fato ou do acontecimento, a partir do reconhecimento de duas lógicas operantes distintas, respectivamente a implicativa e a concessiva. Este artigo faz parte de uma investigação maior que procura depreender e descrever as operações discursivas de algumas obras representativas do discurso literário do século XX, nas quais o "acontecimento" parece exercer um papel signifi cativo. A título de ilustração das refl exões desenvolvidas no presente texto, serão abordadas obras de autores como Jean-Paul Sartre, Introdução No momento em que a astrofísica se centraliza novamente na história do cosmos e no acontecimento que o fundamenta, agora em que, todas as isotopias confundidas, a novidade torna-se o valor para servir e desservir, seria incompreensível que a semiótica continuasse a agir como se o acontecimento não existisse. Claude Zilberberg (2007, p.16). É comum a crença de que, no desenvolvimento de uma ciência, deve existir uma racionalidade profunda, subjacente a transformações de superfície e marcada por traços de linearidade e continuidade que assegurem, assim, sua identidade. Mas a investigação arqueológica no terreno de uma dada ciência revela que, em sua história, são as descontinuidades suas características mais fundamentais,
fatcat:gdlzkofc4rfghfmbvclhrz3sru