IMC e evolução clínica/bioquímica no pós-operatório de pacientes submetidos a transplante hepático no Hospital de Clínicas da UNICAMP

Natália Medina, Universidade Estadual de Campinas, Leticia de Souza, Camila Costa, Áurea da Silva, Ilka Boin, Elaine de Ataíde, Universidade Estadual de Campinas, Universidade Estadual de Campinas, Universidade Estadual de Campinas, Universidade Estadual de Campinas, Universidade Estadual de Campinas
2019 Resumos do...   unpublished
Resumo Devido à grande repercussão das funções do fígado no metabolismo, as doenças hepáticas contribuem para importantes alterações no estado nutricional (EN), do mesmo modo, o perfil nutricional do indivíduo repercute diretamente na recuperação das funções orgânicas, especialmente após grandes procedimentos cirúrgicos. Este é um estudo retrospectivo, com coleta de dados feita a partir de prontuários de 14 pacientes submetidos a transplante hepático no Hospital de Clínicas da Unicamp
more » ... P). Os resultados encontrados indicam que a adequação do estado nutricional de pacientes hepatopatas reflete diretamente nos efeitos da recuperação clínica e funcional de tais pacientes. Palavras-chave: Estado nutricional, transplante hepático, pós-operatório.
doi:10.20396/revpibic2720192781 fatcat:mcq5iy2xdzavjihrhsqgigtl3m