Avaliação da composição, riqueza e diversidade epifítica em forófitos específicos: nativas x mangueiras

Lizandra Almeida Santos, Daniel Oliveira Reis, Juliano Ricardo Fabricante
2020 Revista de Biologia Neotropical / Journal of Neotropical Biology  
O presente trabalho teve como objetivo avaliar e comparar a composição, riqueza e diversidade epifítica entre forofíticos específicos no Parque Nacional Serra de Itabaiana, SE. Através de dois distintos grupos forófitos (Mangifera indica L. e espécies arbóreas nativas), todas os indivíduos das espécies epifíticas foram contabilizadas e com esses dados foram realizadas as análises estatísticas. No total foram amostrados 491 indivíduos sendo 163 nas mangueiras e 328 nas nativas, A diversidade
more » ... , A diversidade medida pelo índice de Shannon-Wiener (H') para o forófitos da espécie Mangifera indica foi de H' = 1,7 e nas nativas foi de H' = 2, 27, o valor de equabilidade também foi maior nas nativas (J' = 0,83) quando comparado com as mangueiras (J' = 0,71). O teste de permutação ANOSIM demostrou diferenças significativas na composição de espécies epifíticas entre os dois grupos forofíticos, tanto por Jaccard (p ? 0,01), como por Bray-Curtis (p ? 0,01). Tais resultados sugerem que a presença de forófitos não nativos afeta a composição, riqueza e a diversidade de espécies epifíticas.
doi:10.5216/rbn.v17i2.63799 fatcat:p5czhljk65eazcqadbqlvu2w64