Modelo Fonte para Liberação de CO2 Combinado a HSM (Hybrid Swtich Model) Implementado no OpenFOAM para Casos de Liberação AcidentaL

T. R. RODRIGUES, R. R. C. SANTOS, S. S. V. VIANNA
2015 Anais do Congresso Brasileiro de Engenharia Química em Iniciação Científica - Cobeq IC 2015   unpublished
RESUMO -Simulações numéricas são bastante utilizadas na área de análise de consequência. A análise consiste na utilização de equações matemáticas para descrever fenômenos reais. Neste caso, fenômenos relacionados a vazamento de líquido ou gás, explosão e incêndio. Uma ferramenta promissora para análise de consequência é o OpenFOAM, pacote de código aberto e gratuito, programado em C++. Neste trabalho, foi utilizado o OpenFOAM para simular uma situação de vazamento e dispersão de dióxido de
more » ... de dióxido de carbono. O interesse na análise de risco para o gás carbônico é devido a implementação de tecnologias para captura e estocagem de carbono bem como as reservas de óleo e gás do pré-sal, as quais possuem uma quantidade significativa de gás carbônico associado. O trabalho mostra que o OpenFOAM é uma ferramenta promissora para análise de risco, por apresentar resultados concordantes com a literatura, além de proporcionar a modificação do código fonte. Os resultados com as simulações mostraram concordância com os dados da literatura. INTRODUÇÃO Face às legislações de liberação de dióxido de carbono e contaminantes à atmosfera, empresas são obrigadas a realizar a captura de dióxido de carbono (CO 2 ). Plantas de processamento de CO 2 são construídas em plataformas de petróleo e gás e unidades flutuantes de armazenamento e transferência (FPSO). Nesse caso, o principal objetivo em recuperar CO 2 está em reinjetá-lo aos poços para extração de óleo. Outras indústrias, principalmente de geração de energia (grandes produtoras de CO 2 ) são obrigadas a estocar ou transportá-lo destinando a outros fins. O meio mais viável economicamente para transporte de CO 2 é por meio de tubulações, transferindo o dióxido de carbono na fase líquida ou supercrítica, ou seja altas pressões e temperatura próximas a ambiente. Um dos riscos em plantas e linhas de transporte de CO 2 consiste no vazamento do mesmo. O CO 2 apresenta toxicidade elevada, apresentada por Harper et al. (2011) e valores de SLOD ( probabilidade significativa de morte) e SLOT (probabilidade significativa de toxicidade) próximos. Mostra também que concentração acima de 7% apresenta risco elevado para seres humanos. A quantidade de CO2 transportada é da escala de toneladas, apresentando
doi:10.5151/chemeng-cobeqic2015-455-34078-261912 fatcat:zhr2wyk6ivhnbpw4lvg7xfea5y