Rendimento do palmito de pupunha em função da densidade de plantio, diâmetro de corte e manejo dos perfilhos, no Vale do São Francisco

José E. Flori, Geraldo M. Resende, Marcos A. Drumond
2001 Horticultura Brasileira  
Com o objetivo de avaliar a produção e o rendimento de palmito de pupunha, instalou-se um experimento na Estação Experimental de Mandacaru, Juazeiro (BA), em solo argiloso. O delineamento utilizado foi de blocos ao acaso com parcelas subdivididas com três repetições. A parcela principal constituiu-se dos espaçamentos 2,0 m x 1,0 m (E1) e 2,0 m x 1,5 m (E2) e as subparcelas constituíram-se do arranjo fatorial 2x3: dois manejos de perfilhos e três classes de diâmetros de corte. A área útil das
more » ... A área útil das subparcelas foi de 14 m² (E1) e 12 m² (E2). Foram avaliados o diâmetro e altura da planta, comprimento e rendimento do palmito e número de estipes colhidos por parcela. Os resultados referem-se às colheitas realizadas dos 16 aos 42 meses após o plantio, realizadas a cada três meses. O diâmetro de corte afetou significativamente o rendimento, o número de estipes, o peso médio do palmito e a altura da planta. Colheu-se 1,86, 1,58 e 1,05 t/ha de palmito nas classes de diâmetros de 9,7 a 11,3 cm, 11,4 a 13,4 cm e 13,5 a 15,6 cm, respectivamente. Não verificou-se diferença de rendimento entre as classes de diâmetro de 9,7 a 11,3 cm e 11,4 a 13,4 cm. A classe de diâmetro afetou o número de estipes e peso médio do palmito. Nas classes de diâmetro de 9,7 a 11,3 cm, 11,4 a 13,4 cm e 13,5 a 15,6 cm foram colhidos em média 11,5, 8,5 e 4,5 estipes por subparcela com o peso médio do palmito de 210, 256 e 310 g, respectivamente. O espaçamento não afetou as características avaliadas, exceto o peso médio do palmito. O manejo de perfilhos afetou o rendimento de palmito, foram produzidos 1,65 t/ha e 1,34 t/ha aos 42 meses para o manejo com quatro perfilhos e todos os perfilhos, respectivamente. O rendimento de palmito correlacionou positivamente com o número de estipes (0,84) e negativamente com a classe de diâmetro de corte (-0,76), altura da planta (-0,52) e peso médio do palmito (-0,51). O peso médio do palmito foi 65% explicado na análise de regressão pelo comprimento do palmito e a classe de diâmetro de corte da planta. Os resultados obtidos permitem indicar como orientação preliminar para as áreas irrigadas do submédio São Francisco o cultivo da pupunha no espaçamento de 2,0 m x 1,0 m ou 2,0 m x 1,5 m, com manejo de quatro perfilhos/planta e o corte com o diâmetro variando de 9,7 a 13,4 cm.
doi:10.1590/s0102-05362001000200009 fatcat:p7ivijwshze4behj7xofvwc7mi