Variabilidade morfológica foliar entre estágios de desenvolvimento em Allophylus edulis e Cupania vernalis (Sapindaceae) de floresta ombrófila mista

Joao Carlos Ferreira De Melo Júnior, Maria Regina Torres Boeger, Willyan Vieira, Maiara Matilde Silva
2018 Acta Biológica Catarinense  
A radiação luminosa pode ser considerada, dentre os fatores ambientais aos quais as plantas estão expostas, aquele que apresenta maior heterogeneidade espacial e temporal, impulsionando nas plantas alterações morfológicas e anatômicas que melhoram a captação e a utilização desse recurso. O presente trabalho teve como objetivo discutir, numa perspectiva funcional, as alterações estruturais e de plasticidade em folhas de duas espécies dominantes em floresta ombrófila mista, encontradas em
more » ... ontradas em distintos níveis de exposição à luz, em diferentes estágios de crescimento. Parâmetros morfológicos e anatômicos foram medidos em dez folhas de cada espécie, para cada estágio de crescimento, sendo utilizada A nova para comparação das médias. Plantas adultas mais expostas à radiação, quando comparadas com plântulas, apresentaram menor área foliar, maiores densidadesfoliar e estomática e de espessura do parênquima paliçádico. Algumas inversões observadas em indivíduos jovens e em fase de plântulas sugerem que há um maior investimento em crescimento do que em produção fotossintética. Os caracteres mais plásticos foram a área e o peso foliar e a densidade estomática. Os resultados indicam, para as duas espécies, variações morfoanatômicas e fisiológicas que podemmelhorar a captação de luz e maximizar o aproveitamento de tal recurso para o pleno desenvolvimento do vegetal.
doi:10.21726/abc.v5i2.597 fatcat:fwc3u3b4fvczthzcuizjbxig6m