ACESSO, PERMANÊNCIA E POLÍTICA DE AÇÃO AFIRMATIVA PARA NEGROS NA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO (UFRJ) NA VISÃO DOS GESTORES 1

Ricardo De, Souza Janoario
unpublished
RESUMO O presente artigo tem como objetivo analisar o processo de implementação das políticas de ação aarmativa para negros(as) na Universidade Federal do Rio de Janeiro. Nesse contexto, levantamos algumas questões: Qual a relação entre as políticas de ação aarmativa e a proposta de acesso e permanência de alunos(as) negros(as) na UFRJ? Quais as reeexões e propostas de acesso e permanência, para negros(as), apontadas pelos gestores entrevistados? Para o estudo, optamos por um Estudo de Caso, de
more » ... Estudo de Caso, de caráter qualitativo, que se desenvolve por meio de entrevistas semiestruturadas com gestores que ocupam/ ocupavam pontos estratégicos na universidade. Ficou evidente que qualquer menção às cotas para negros(as) sempre gerou polêmica. Ainda há discursos que impedem formas alternativas de se olhar para negritude, assim como a necessidade de estratégias formais de permanência de alunos(as) negros(as) na UFRJ. Palavras-chave: Ação AArmativa. Racismo. Acesso e Permanência. Ensino Superior. INTRODUÇÃO "O que é que vocês esperavam quando tiraram a mordaça que fechava essas bocas negras? Que elas entoassem hinos de louvação? Que as cabeças que nossos pais curvaram até o chão pela força, quando se erguessem, revelassem adoração nos olhos?" (Jean Paul Sartre-Orfeu Negro)
fatcat:snxvlpaycnhsjhhprusx6ttwu4