Espaçamento entre plantas e número de racimos para tomateiro em ambiente protegido

Shizuo Seno, Alexsander Seleguini, Max José Araújo Faria Júnior
2006 Acta Scientiarum: Agronomy  
RESUMO. O experimento foi conduzido em ambiente protegido, de outubro de 2001 a março de 2002, na Fazenda de Ensino, Pesquisa e Extensão da UNESP, Campus de Ilha Solteira. Avaliou-se a produção do híbrido de tomate "Duradoro" em quatro espaçamentos entre plantas (30; 40; 50 e 60 cm) e três números de racimos por planta (3; 4 e 5). Adotou-se o delineamento de blocos casualizados, em parcelas subdivididas, com quatro repetições. Os resultados evidenciaram que a altura de plantas aos 30 e 50 dias,
more » ... s aos 30 e 50 dias, após o transplantio (DAT) não foi influenciada pelo espaçamento entre plantas. Aos 70 DAT, observou-se aumento linear da altura de plantas com a redução do espaçamento. A produção e o número de frutos por planta bem como a produção total e produção de frutos de tamanho médio por área cresceram-se diretamente com o aumento no número de racimos. A redução no espaçamento proporcionou aumentos na produção total de frutos, além de aumentar também a produção de frutos graúdos e médios. Palavras-chave: Lycopersicon esculentum, poda apical, densidade de plantas, número de frutos por planta, produtividade. ABSTRACT. Plant spacing and number of inflorescences for tomato crop grown under protected environment. The experiment was carried out under protected environment from October, 2001 to March, 2002, at the Teaching, Research and Extension Farm (Ilha Solteira, São Paulo, Brazil) of the College of Engineering of Ilha Solteira, UNESP. The effects of fourplant spacing (30; 40; 50 and 60 cm) and three numbers of inflorescences per plant (3; 4 and 5) for tomato hybrid "Duradoro" were evaluated. The experiment was carried out in a randomized block design, in a split-plot array, with four replications. Results showed that the height of plants, at 30 and 50 days after the transplant (DAT), was not influenced by the spacing among plants. At 70 DAT, a linear increase of the height of plants with the reduction of the plant spacing was observed. The yield and the number of fruits per plant as well as the total yield and yield of fruits of medium size per unit area increased directly with the increase in the number of inflorescences. The reduction in the plant spacing increased the total yield of fruits and, also, the yield of fruits of large and medium size.
doi:10.4025/actasciagron.v28i3.956 fatcat:yv22meuwozctbop6kal4sdbkxy