Avaliação do conhecimento e consumo de antioxidantes por atletas lutadores de artes marciais

Thiago Renee Felipe
2014 Revista Brasileira de Fisiologia do Exercício  
Objetivo: Analisar o nível de conhecimento sobre os antioxidantes por lutadores de artes marciais e a quantidade alimentos antioxidantes consumidos da alimentação. Métodos: A população foi de 60 homens atletas de MMA, faixa etária 20 a 40 anos. Resultados: Referente ao consumo de vitamina C, 25% têm o consumo abaixo do ideal e 75% consomem de forma adequada; em relação à vitamina A, 13% dos atletas consomem abaixo do ideal e 87% estão na zona adequada; vitamina E, os resultados comprovam que
more » ... consomem abaixo do recomendado e 42% dentro do padrão adequado; com relação ao Betacaroteno, 32% do grupo consomem de forma inadequada, 68% de forma adequada; o Selênio, 78% do grupo consomem de forma inadequada, e 22% de forma adequada; os Flavonoides refletem 22% de consumo inadequado e 78% dentro do consumo adequado; e quanto à Coenzima Q-10, temos 22% dos entrevistados com consumo inadequado, e 78% com consumo adequado.Conclusão: Os atletas não possuem informações suficientes sobre os mecanismos de ação dos antioxidantes na prevenção de doenças crônicas e envelhecimento precoce na prática desportiva.Palavras-chave: antioxidantes, estresse oxidativo, artes marciais.
doi:10.33233/rbfe.v13i3.3302 fatcat:anhuphgqdvchfjl4kwceimtrsa