O projeto Grande Carajás - PGC e o desafio das quebradeiras de coco de Imperatriz no Maranhão

Raimundo Lima dos Santos
2009 IV Congresso Internacional de História   unpublished
Resumo Este trabalho notabiliza os movimentos sociais como espaços de ensino e aprendizagem, tornando-se ambientes propícios para a construção de novos e significativos saberes de mulheres quebradeiras de coco babaçu em busca de maior autonomia e liberdade. O objetivo do estudo é conhecer a história das quebradeiras de coco, procurando compreender de que forma o movimento tem possibilitado a essas mulheres, por meio das atividades coletivas, a obtenção de novos saberes, bem como a concepção
more » ... omo a concepção dessas mulheres quebradeiras sobre aprendizagem e ensino. O trabalho delineado é de caráter etnográfico, com análise qualitativa. Os resultados demonstram que o movimento social, enquanto espaço de ensino e aprendizagem, propicia às mulheres quebradeiras garantir uma identidade ressignificada, a partir das relações coletivas. Palavras -chave: Mulheres. Movimento Social. Aprendizagens. Quebradeiras de Coco babaçu. Maranhão. Abstract This work marks the social movements as teaching and learning spaces, becoming good environments for the construction of new and significant knowledge of babassu coconut breakers women seeking a greater autonomy and freedom. This study aims to know the history of coconut breakers, trying to understand how the movement has enabled these women through collective activities to obtain new knowledge, as well as the conception of these women on learning and teaching. The outline of this work is of ethnographic character, with qualitative analysis. The results demonstrate that the social movement, as a space for teaching and learning, provides coconut breakers women a resiginized identity based on collective relations.
doi:10.4025/4cih.pphuem.110 fatcat:ycw5hv6zmvdn3pldfldjpdhx5u