TERMINOLOGIA E LINGUAGEM DOCUMENTÁRIA: UMA PERSPECTIVA HISTÓRICA

Rio Biblos, Grande
2008 unpublished
RESUMO Este artigo visa a discutir algumas questões relacionadas à importância dos estudos terminológicos na elaboração de vocabulários controlados. Buscamos levantar algumas considerações sobre o papel das Linguagens Documentárias na transformação do conhecimento em informação. Pensamos, ainda, como a informação possa ser adequada aos diferentes segmentos sociais e retornar à esfera da circulação sendo novamente transformada em conhecimento. Para compreender melhor a contribuição da
more » ... uição da Terminologia na elaboração de vocabulários controlados, buscamos-orientados pelos estudos do filósofo francês Michel Foucault-desenvolver uma análise histórica da ordenação, divisão e a hierarquização que caracterizaram o mundo ocidental desde o século XIX. Para enriquecer a abordagem, utilizamos algumas idéias traçadas por Jorge Luis Borges, em seu ensaio O idioma analítico de John Wilkins. PALAVRAS-CHAVES: linguagem documentária; vocabulário controlado; terminologia-aspectos sociais; terminologia-estudo; hierarquização-história O PROBLEMA Todos nós, em algum momento, já padecemos um desses debates inapeláveis em que uma dama, esbanjando interjeições e anacolutos, jura que a palavra "lua" é mais (ou menos) expressiva que a palavra "moon". Afora a evidente observação de que o monossílabo "moon" talvez seja mais apto para representar um objeto muito simples que a palavra dissílaba "lua", nada se pode acrescentar a tais debates (BORGES, 1999, p. 92). Por meio de uma linguagem sutil, e não menos irônica, Borges nos apresenta uma questão capital nas Linguagens Documentárias * Bacharel em História-UNESP; Mestre em Ciências Sociais-UFSCar.
fatcat:drzmyj24j5acbmyiwpgkk45dbm