Síndrome de sobreposição lúpus eritematoso sistêmico e esclerodermia: relato de caso e revisão de literatura

Carla Daniele Nascimento Pontes, Yuri José Almeida da Silva, Rodrigo Bona Maneschy, Lucianna Serfaty de Holanda, Valeria da Silva Campos, Karen Giovana Leal Matos, Natalia Rodrigues Eugenio, Natalia Xavier Silva Chini, Brenna Pinheiro Mota Brabo de Oliveira, Íris Malato Corrêa, Ivy de Almeida Cavalcante e Silva, Carolina Tavares Carvalho (+3 others)
2019 Revista Eletrônica Acervo Saúde  
Introdução: O lúpus eritematoso sistêmico (LES) é uma doença inflamatória crônica, multissistêmica, de causa desconhecida e de natureza auto-imune e evolui com manifestações clínicas polimórficas, com períodos de exacerbações e remissões. A Esclerose Sistêmica (ES) é uma doença autoimune, de etiologia desconhecida, que afeta o tecido conjuntivo. A concomitância de síndromes que afetam o tecido conjuntivo já é conhecida, uma vez que as manifestações nem sempre são restritas as características de
more » ... características de uma única doença. Detalhamento do caso: Paciente de 47 anos já diagnosticada com Lúpus Eritematoso Sistêmico estava em acompanhamento regular quando iniciou quadro de dispneia progressiva e disfagia. Foi internada para investigação clínica e observou-se em exame radiológico de imagem presença de fibrose pulmonar, além de esofagopatia. A paciente já possuía episódios frequentes de fenômeno de Reynoud e esclerodactilia. Com a evolução do quadro em associação com as alterações que a paciente já possuía foi fechado o diagnóstico de Esclerose Sistêmica em sobreposição ao quadro de Lúpus eritematoso sistêmico. Discussão: O Lúpus Eritematoso Sistêmico (LES) é uma complexa doença autoimune com um largo espectro clínico e imunológico. A ES pode acometer vários órgãos e sistemas, sendo a pele o órgão mais afetado, seguida dos pulmões, sistema musculoesquelético, rins, coração e trato gastrointestinal. A sobreposição dessas patologias configura um caso raro que demanda identificação rápida do profissional de saúde a fim de minimizar dados e complicações de ambas as patologias.
doi:10.25248/reas.e273.2019 fatcat:g6j5xs7awfappcot7tguzufcdy