Carcinoma de paratiróide: características clínicas e anátomo-patológicas de cinco casos

Lilian K. Morimitsu, Monique N.O. Uyeno, Marcio L. Goulart, Omar M. Hauache, José Gilberto H. Vieira, Vânia N. Alberti, Márcio Abrahão, Onivaldo Cervantes, Marise Lazaretti-Castro
2001 Arquivos brasileiros de endocrinologia e metabologia  
O carcinoma de paratiróide é uma entidade rara, havendo cerca de 535 casos descritos na literatura. Neste trabalho, revisamos a nossa casuística de 5 pacientes com carcinoma de paratiróide avaliados no período de 1983 a 1998 no serviço de Doenças Ósteo-Metabólicas da Universidade Federal de São Paulo, analisando critérios diagnósticos, conduta terapêutica e a evolução destes pacientes e comparando os nossos dados com os achados de literatura. Entre os nossos pacientes, 4 eram do sexo feminino e
more » ... do sexo feminino e 1 do sexo masculino, com mediana ao diagnóstico de 52 anos de idade, variando de 10 a 77 anos. As queixas iniciais incluíam presença de dores ósseas acompanhada de perda de peso em 4 pacientes, presença de fratura não traumática em 3 pacientes e traumática em 2 e clínica de nefrolitíase em 1 paciente. Todos apresentavam nódulo palpável em região cervical, níveis de cálcio total bastante elevados com média(±DP) de 14,9±1,7mg/dL. PTH também se encontrava muito elevado, refletindo a magnitude da severidade da doença. Todos foram submetidos à exploração cirúrgica cervical com retirada da massa tumoral, que foi coincidente com o achado palpatório de nódulo cervical. O exame anátomo-patológico revelou o diagnóstico de carcinoma de paratiróide em todos estes casos. No seguimento, 2 pacientes apresentaram recidiva tumoral e evoluíram para óbito por complicações do hiperparatiroidismo. Os outros 3 casos encontram-se em acompanhamento ambulatorial no nosso hospital, sem evidências até o momento de recidiva tumoral.
doi:10.1590/s0004-27302001000200006 fatcat:dx6ddym3dfe23gqwumhloy7lam