DESENVOLVIMENTO DE UMA GELEIA DE CASCA DE BANANA COM MEL

ROBSON ROGERIO PESSOA COELHO, Raniel Pereira de Lima, Rayana Alyne Silva Bezerra, Ana Paula Costa Câmara, Lúcia de Fátima Araújo
2019 V Encontro Nacional da Agroindústria   unpublished
Grande do Norte, Rodovia RN 160-Km 03-Distrito de Jundiaí-Macaíba-RN. 2 Discentes, Curso Técnico em Agroindústria -Escola Agrícola de Jundiaí-Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Rodovia RN 160-Km 03-Distrito de Jundiaí-Macaíba-RN. E-mail do autor correspondente: robcoe@bol.com.br RESUMO: Devido à grande produção de banana e de mel no nordeste brasileiro, buscou-se desenvolver um produto capaz de agregar valor econômico e nutricional as matériasprimas; reduzisse os desperdícios
more » ... tivos na produção de frutas, substituísse parcialmente o açúcar comum em geleias e aumentasse a vida útil da mesma. Sendo assim, foram utilizadas casca de bananas, mel de abelha, sacarose (açúcar de cozinha), ágar e ácido cítrico para elaborar geleia. Para simular a aceitação do mercado consumidor e entender o que o mesmo entende como ideal, fez-se uso da análise sensorial, a qual demonstrou como interessante a elaboração do produto, além de abrir a possibilidade de novas pesquisas, nas quais pode-se, por exemplo, reduzir ainda mais a quantidade de gelificantes adicionadas à mistura. PALAVRAS-CHAVE: Cascas de frutas; aproveitamento; mel de abelha; análise sensorial; novas pesquisas INTRODUÇÃO Com o crescimento do capitalismo, o aumento do consumo, assim como a exploração dos recursos não renováveis e ambientais, surge uma preocupação a nível mundial, as consequências ecológicas das ações antrópicas. A partir disso, passa-se a pensar e desenvolver pesquisas sobre impactos no meio ambiente e a Avaliação do Ciclo de Vida (ACV), responsável por estudar o processo de produção e suas influências no globo em sua totalidade, desde a matéria-prima, até o seu descarte. A banana é a fruta mais popular no mundo, e o Brasil é o terceiro maior produtor da fruta, ficando atrás apenas da Índia e do Equador. Devido à produção em larga escala e seus consequentes beneficiamentos, a indústria de alimentos acaba gerando uma grande quantidade de resíduos. Sendo assim, Gondim el al. (2005), quando analisou a composição de 7 tipos de cascas de frutas produzidas no Rio Grande do Norte, destaca a importância da utilização de cascas, talos e folhas, visando a redução de gastos, desperdício e agregar valor nutricional ao cardápio brasileiro. Quanto à composição nutricional, a importância de utilizar-se as cascas de bananas em alimentos foi analisada por Gondim et al. (2005) , encontrando teores
doi:10.17648/enag-2019-115116 fatcat:2vimc5hrzfbrthgmi7entnjiny