Revisitando o "Barba Azul" (1697) através das imagens silenciosas de Georges Méliès

Maristela Gonçalves Sousa Machado, Ana Luiza Ramazzina-Ghirardi
2021 Palimpsesto - Revista do Programa de Pós-Graduação em Letras da UERJ  
Este artigo apresenta um roteiro pedagógico baseado em aspectos das relações entre a narrativa escrita do conto "Barba Azul" (1697) de Charles Perrault e a versão fílmica homônima de Georges Méliès (1901). Em um primeiro momento, analisaremos algumas questões relativas ao processo de transposição midiática (RAJEWSKI, 2012) do conto para o filme. Em seguida, um roteiro pedagógico baseado nessas duas mídias será proposto visando a formação de futuros formadores em Letras.
doi:10.12957/palimpsesto.2021.59664 fatcat:xrpoup6bcnf4lbk6bzauk7oldi