A interpretação na história: um depoimento sobre a experiência de pesquisa acerca do Integralismo The historical interpretation: a narration of the pitfalls of researching Integralism

Giselda Brito, Silva
2010 unpublished
RESUMO Este texto tem como meta apresentar aos interes-sados na pesquisa em história política do Brasil, particularmente do integralismo, um depoimento sobre nossas experiências de pesquisa e os cami-nhos interpretativos do campo historiográfico vivenciados entre começos da década de 1990 a 2002. ABSTRACT This text is for persons interested in brazilian political and historical research, specially, integralism. It narrates our experiences in both researching and using interpretative avenues of
more » ... etative avenues of historiographic categories in the decade from 1990 to 2002. Iniciamos nossas reflexões e depoimento com observações de Roger Chartier que, em entrevista, disse-nos que cada interpretação histórica pode ser comparada a uma leitura que dá sentido aos fenômenos históricos estudados. Esse sentido, contudo, não é livre das interferências historiográficas, daí o mesmo Chartier destaca a necessidade de um entrecruzamento de vários tempos: o tempo do historiador e o tempo de outros historiadores que se dedicaram ao mesmo objeto de estudo, de modo a compreender a importância da temporalidade da escrita da história e as mudanças de interpretações. Pois, segundo ele, "a leitura da história, no sentido da interpretação, é sempre fundada sobre leituras precedentes, aquelas que comandam uma aproximação erudita e crítica diante dos documentos". 1 Concordando que a escrita da história é composta de outras escritas que lhes precederam, faremos aqui
fatcat:vvuikd46sbashd4cljgza72laa