MM5 and WRF Performance Analysis Through Simulation of Surface Air Temperature in MRRJ
Análise do Desempenho dos Modelos MM5 e WRF na Simulação da Temperatura do Ar em Superfície na RMRJ

N. O. MORAES, E. MARTON, L. C. G. PIMENTEL
2014 Anuário do Instituto de Geociências  
Resumo A dinâmica de urbanização nas metrópoles produz um ambiente urbano altamente degradado, com muitos efeitos graves sobre a qualidade de vida da população. Na Região Metropolitana do Rio de Janeiro (RMRJ) o uso intensivo das atividades antrópicas causam problemas ambientais, observando-se dentre outros a modificação do solo proporcionando o surgimento do fenômeno de Ilha de Calor Urbana (ICU). O presente trabalho objetiva avaliar o desempenho dos modelos meteorológicos MM5 e WRF em simular
more » ... M5 e WRF em simular a variável temperatura do ar próximo à superfície na RMRJ. Os modelos são comparados baseados em índices estatísticos e dados observacionais em um período em que houve a ocorrência do fenômeno de ICU. Nas avaliações é analisado o ciclo diário de temperatura do ar e índices estatísticos a partir dos dados simulados e dados observados. Os resultados apontam um desempenho satisfatório de ambos os modelos em reproduzir o ciclo diário de temperatura do ar próximo à superfície para todo o período de estudo, com uma ligeira tendência dos dados simulados em subestimar as temperaturas máximas observadas e superestimar as mínimas temperaturas observadas. Os índices estatísticos revelam desempenho semelhante entre o MM5 e WRF, e uma adequada aderência aos dados observados de temperatura nas estações SBGL, SBAF, SBJR e SBSC. Os maiores desvios entre os dados simulados e observados ocorreram na estação SBRJ. A análise conjunta da variação temporal e dos índices estatísticos mostrou a habilidade dos modelos meteorológicos em representar a temperatura do ar próximo à superfície tanto na distribuição espacial bem como na variação temporal, e desta forma, existe uma confiabilidade em estudar o fenômeno de ICU através dos modelos MM5 e WRF na RMRJ. Palavras-chaves: temperatura do ar; estatística; WRF; MM5 Abstract The urbanization dynamics in big cities produces a highly degraded environment with serious damages to human life quality. The Metropolitan Region of Rio de Janeiro (MRRJ) have been exposed to several anthropogenic activities that produces environmental problems, for example: the intense modification of soil cover behind the phenomenon of Urban Heat Island (UHI). This study evaluates the performance of MM5 and WRF meteorological models to simulate the near surface air temperature variable in MRRJ. The model results are compared with observational data using statistical indexes to a period of UHI occurrence. The evaluation uses the daily cycle of air temperature and statistical indexes between simulated and observed data. The result shows a satisfactory performance of both models to reproduce the daily cycle of near surface air temperature for the entire study period. A slightly tendency to underestimate the maximum temperatures were observed on simulated results, as well as an overestimate of minimum temperatures. Analyzing the statistical indexes, a similar performance between the MM5 and WRF were presented according the observed data from SBGL, SBAF, SBJR, and SBSC stations. The largest deviations between predicted and observed results occurred to SBRJ station. The analysis of temporal variation and statistical indices showed that MM5 and WRF meteorological models are able to represent the near surface air temperature both to spatial distribution as to temporal variation.
doi:10.11137/2014_2_161_168 fatcat:iasq2gv6a5eqloe46wbbkhcm6u