Processo de biossorção de corante utilizando casca de tangerina (citrus reticulata)

Laiza Bergamasco Beltran, Eduarda Freitas Diogo Januário, Lennon Alonso de Araújo, Ana Clara Souza, Caroline Eli Pulzatto Meloni, Pablo Eduardo Magiero, Rosângela Bergamasco, Angélica Marquetotti Salcedo Vieira
2020 Brazilian Journal of Development  
41761 RESUMO A escassez de água em um futuro próximo soa como um alerta sobre o uso indiscriminado desse recurso, pois sua disponibilidade está cada vez mais limitada. Diante deste cenário, há a necessidade de novas tecnologias que visam a manutenção dos recursos hídricos. Nos últimos anos, o uso contínuo de corantes na indústria causa uma preocupação, uma vez que estes apresentam um alto potencial de contaminação dos recursos naturais, quando descartados no meio ambiente, devido sua alta
more » ... vido sua alta toxicidade. O azul de metileno é um corante catiônico de ampla aplicação industrial, sendo utilizado na pigmentação de diversos produtos. A remoção completa desse contaminante em efluentes industriais é indispensável. Logo, no presente trabalho, utilizou-se como biossorvente as cascas da fruta Citrus reticulata, conhecida popularmente como tangerina, com a finalidade de avaliar a capacidade adsortiva e a porcentagem de remoção do corante azul de metileno por meio de ensaios de adsorção em batelada. Os dados obtidos experimentalmente mostram que o biossorvente apresentou um alto potencial de remoção (> 90%), com capacidade máxima de adsorção de 100,73 mg g-1, comprovando sua eficiência para utilização em tratamentos de efluentes. Portanto, trata-se de um processo economicamente viável e menos agressivo ao meio ambiente, uma vez que usa como adsorvente um resíduo da agroindústria. Palavras-chave: Azul de metileno; Biossorvente; Efluente. ABSTRACT The scarcity of water in the near future sounds like a warning about the indiscriminate use of this resource, as its availability is increasingly limited. Faced with this scenario, there is a need for new technologies that aim to maintain water resources. In recent years, the continued use of dyes in industry is a concern, since they have a high potential for contamination of natural resources, when discarded in the environment, due to their high toxicity. In the present work, the peels of the Citrus reticulata fruit were used as a biosorbent, popularly known as tangerine, in order to evaluate the adsorptive capacity and the percentage of removal of the methylene blue dye by batch adsorption tests. The data obtained experimentally show that the biosorbent showed a high removal potential (> 90%), with a maximum adsorption capacity of 100.73 mg g-1, proving its efficiency for use in effluent treatments. It is an economically viable process that is less aggressive to the environment, since it uses as an adsorbent or agroindustry residue.
doi:10.34117/bjdv6n6-641 fatcat:7gitomuzurcqljxdnupx7z35fi