Cultivo da levedura Phaffia rhodozyma (Xanthophyllomyces dendrorhous) em processo descontínuo alimentado para produção de astaxantina

Miriam Blümel Chociai, Iara Maria Pereira Machado, José Domingos Fontana, Jorge Guido Chociai, Simone Bowles Busato, Tânia Maria Bordin Bonfim
2002 Revista Brasileira de Ciência do Solo  
A levedura Phaffia rhodozyma, produtora de astaxantina, pigmento carotenóide largamente empregado na aqüicultura de peixes e crustáceos, pode ser eficientemente cultivada num meio de cultura de baixo custo, à base de caldo de cana diluído 1:10 e uréia a 1 g/L. No entanto, a produção de biomassa e a formação do carotenóide sofrem a inibição pelo substrato (efeito "Crabtree"), limitando desta forma a utilização do caldo de cana com concentrações da fonte de carbono superiores a 20 g/L, importante
more » ... 20 g/L, importante consideração na produção industrial de astaxantina. No presente trabalho, o cultivo da levedura P. rhodozyma foi realizado em processo descontínuo alimentado, no qual se obteve produtividade volumétrica de 0,024 mg astaxantina/L.h. em relação aos 0,013 mg astaxantina/L.h. obtidos no cultivo controle, que não sofreu alimentação da fonte de carbono.
doi:10.1590/s1516-93322002000400008 fatcat:he5bzab6qzfkldhwf4tzasxcnq