A competitividade das exportações de milho do Brasil para a União Europeia no período de 2000 a 2014

Sílvia Letícia Bampi, Cristiano Villanova de Paula, Julcemar Bruno Zilli
2016 Revista Tiempo & Economía  
<p align="justify">O presente estudo objetiva verificar a competitividade das exportações brasileiras de milho, buscando indícios de criação e/ou desvio de comércio com à União Europeia. Para tanto, será caracterizado o cenário do mercado mundial do grão, descrevendo-se o perfil de comércio entre UE e Brasil e apresentando os principais estudos empíricos relacionados. A mensuração dos Índices de Vantagens Comparativas Reveladas (IVCR) e do Índice de Orientação Regional (IOR) auxiliará na
more » ... auxiliará na identificação das vantagens comparativas do milho brasileiro. Os principais resultados do IOR elencam que as exportações de milho do Brasil não estão orientadas para a UE com exceção dos anos de 2003, 2004, 2006, 2007 e 2008. Da mesma forma, o IVCR identificou que o país não apresenta vantagem comparativa revelada na produção de milho em relação ao período analisado. A ampliação e integração dos mercados agrícolas pode ser capaz de impulsionar os fluxos comerciais entre os países envolvidos, permitindo crescimento e desenvolvimento das economias, através do livre comércio.</p>
doi:10.21789/24222704.1130 fatcat:qhsfqndlsjepdf52danxdphet4