Percepção de Morte entre Universitários: Contribuições da Teoria do Gerenciamento do Terror

Hysla Magalhães de Moura, Anderson Mesquita do Nascimento, Alessandro Teixeira Rezende, Ana Karla Silva Soares, Heloísa Bárbara Cunha Moizéis, Valdiney Veloso Gouveia
2020 Psicologia: Ciência e Profissão  
Resumo A morte é tida como um processo que é influenciado por fatores situacionais, contextuais e culturais, tendo implicações importantes na vida dos indivíduos nos âmbitos comportamental e afetivo. Este estudo teve como objetivo analisar a percepção que estudantes universitários têm da morte, com base na Teoria do Gerenciamento do Terror. Contou-se com a participação de 101 estudantes universitários de duas instituições de ensino superior de João Pessoa, os quais responderam ao teste
more » ... m ao teste projetivo de atitudes sobre a vida e perguntas demográficas. A partir da análise de classificação hierárquica descendente (CHD), identificaram-se três classes distintas: 1) Aspectos temporais e cognitivos, 2) Concepções transcendentais da morte e 3) Aspectos emocionais. Os achados do estudo demonstram que, diante de pensamentos sobre a morte, as pessoas tentam se proteger dos temores ocasionados por essas ideias buscando reforçar crenças que visam eternizar sua própria existência. Estes achados reforçam os pressupostos da Teoria do Gerenciamento do Terror, oferecendo evidências da organização dos mecanismos de defesa conscientes e inconscientes diante do medo da morte.
doi:10.1590/1982-3703003195636 fatcat:2vht5il6mbblnaijawgjm4nrxi