Avaliação do efeito da clorexidina 0,12% na redução de bactérias viáveis em aerossóis gerados em procedimento de profilaxia

Luciano Blanco Gonçalves, Adilson Luiz Ramos, André Gasparetto
2006 Revista Dental Press de Ortodontia e Ortopedia Facial  
OBJETIVO: avaliar, in vivo, a contaminação gerada por aerossol, pelo uso de peça de mão de baixa rotação durante profilaxia dentária. METODOLOGIA: foi utilizado um grupo de 15 participantes e o estudo foi dividido em duas fases. Em ambas as fases realizou-se profilaxia com pedra-pomes dos quadrantes superiores durante 2 minutos. Na segunda fase, 10 minutos antes do procedimento, os participantes realizaram bochecho com clorexidina 0,12% durante um minuto. Amostras dos microrganismos foram
more » ... anismos foram coletadas em placas de ágar sangue, posicionadas uma na face do profissional e da auxiliar e outra a 30cm da boca do paciente. Após, as placas foram incubadas por 48 horas a 37°C. A análise foi baseada no número de unidades formadoras de colônias (UFC). RESULTADOS: utilizando o teste t para amostras emparelhadas, os autores encontraram que o bochecho prévio à profilaxia, com clorexidina 0,12%, reduziu significantemente a quantidade média de UFC nas três posições estudadas (p<0,001). CONCLUSÃO: os dados do presente estudo mostram que o uso de clorexidina 0,12% reduz consideravelmente o número de microrganismos gerados durante profilaxia com baixa rotação.
doi:10.1590/s1415-54192006000300011 fatcat:hgoulbazqbcxhotievcjsyil5e