Fitossociologia do componente arbustivo-arbóreo de florestas semidecíduas costeiras da região de Emerenças, Área de Proteção Ambiental do Pau Brasil, Armação dos Búzios, Rio de Janeiro, Brasil

Bruno Coutinho Kurtz, Cyl Farney Catarino de Sá, Daniele Oliveira da Silva
2009 Rodriguésia  
RESUMO O município de Armação dos Búzios, RJ, faz parte da região de Cabo Frio, considerada um dos 14 Centros de Diversidade Vegetal do Brasil. Para a caracterização da composição florística e estrutura do componente arbustivoarbóreo (DAP > 5 cm) de florestas sobre maciços litorâneos deste município, foram implantados cinco blocos de cinco parcelas de 10 x 20 m, distribuídos em diferentes encostas (total de 0,5 ha). Foram amostrados 1193 indivíduos, 98 espécies e 36 famílias. Myrtaceae e
more » ... Myrtaceae e Fabaceae (20 e 11 espécies) destacaram-se em riqueza e Euphorbiaceae, em número de indivíduos (39% do total). As espécies mais importantes foram Pachystroma longifolium (VI = 31,9), Sebastiania nervosa (30,6), Chrysophyllum lucentifolium (11,3), Machaerium pedicellatum (10,5), Guapira opposita (9,9), Philyra brasiliensis (9,9), Capparis flexuosa (9,1), Lonchocarpus virgilioides (8,2), Syagrus romanzoffiana (7,6) e Acosmium lentiscifolium (7,5). O índice de Shannon (H') foi de 3,60 nat.ind.-1 e a equabilidade (J') foi de 0,79. A distribuição espacial das espécies parece estar condicionada às características ecológicas de cada encosta, como resultado de sua orientação. As florestas estudadas apresentaram, em geral, similaridade (Jaccard) muito baixa com outras florestas fluminenses.
doi:10.1590/2175-7860200960107 fatcat:soy6f2bbfngetkems2fnlqnk2m