Narrativas - Teorias e métodos

Hermílio Santos, Bettina Völter, Wivian Weller
2014 Civitas  
Narratives Theories and methods D esde as primeiras décadas do século 20, quando William Isaac Thomas e Florian Znaniecki analisaram a emigração de camponeses da Polônia para os Estados Unidos com base em relatos orais, sociólogos têm se valido desse tipo de dado para compreender aspectos variados da realidade social. Sociólogos têm utilizado, com objetivos e procedimentos os mais diversos, relatos produzidos por aqueles que vivenciaram a realidade que se quer pesquisar. Ainda assim, relatos
more » ... is ou mesmo biográficos permanecem relativamente marginais, pelo menos na sociologia brasileira, mesmo considerando que já na década de 1940 sociólogos brasileiros, como Florestan Fernandes, já tenham realizado pesquisa utilizando relatos orais. Nos anos mais recentes, porém, observa-se um interesse crescente de pesquisadores brasileiros pela adoção de narrativas em pesquisas empíricas. Daí a necessidade de apresentar aos cientistas sociais brasileiros distintas possibilidades de uso do que se convencionou chamar "narrativas". Pelo menos um aspecto é compartilhado entre as diferentes abordagens que adotam narrativas como "dado": a necessidade de se obter diretamente dos sujeitos relatos sobre as experiências que vivenciaram ou vivenciam, seja para reconstruir trajetórias de vida, seja para obter acesso à interpretação dos próprios sujeitos sobre suas experiências e, desta maneira, fornecer uma compreensão mais profunda de variados aspectos da realidade pesquisada. Contudo, neste campo de pesquisa destaca-se a multiplicidade de procedimentos metodológicos, tanto em relação ao processo de produção das narrativas, quanto de sua análise. Desde os precursores tem havido importantes aportes teóricos e metodológicos, sobretudo a partir da década de 1970, sem que haja evidentemente consenso sobre os procedimentos mais adequados. As escolhas metodológicas dependem, em boa medida, do ponto de partida teórico adotado pelos pesquisadores -ainda que nem sempre explicitados-, assim como dos problemas que motivam as investigações. A matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma Licença Creative Commons -Atribuição 4.0 Internacional.
doi:10.15448/1984-7289.2014.2.17868 fatcat:gkyipwzctjcrpbgfiy7rrd3yge